Influência da adição de reforço e ciclagem mecânica na resistência ao impacto de resinas para base e para reembasamento imediato

dc.contributor.advisorMachado, Ana Lucia [UNESP]
dc.contributor.advisorCanevarolo Junior, Sebastião Vicente [UNESP]
dc.contributor.authorPerez, Luciano Elias da Cruz [UNESP]
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.date.accessioned2014-06-11T19:35:02Z
dc.date.available2014-06-11T19:35:02Z
dc.date.issued2009-07-20
dc.description.abstractEste estudo avaliou o efeito da adição de reforço e ciclagem mecânica sobre a resistência ao impacto, por meio dos testes Charpy (C) e queda livre de dardo (QL), para resinas de base e para reembasamento imediato. Para o teste C, corpos-de-prova (60x6x2 mm) foram confeccionados com as resinas Lucitone 550 (L) e Vipi Wave (V) e reembasados (2 mm) com o mesmo material (L/L ou V/V) ou com as resinas para reembasamento imediato Tokuyama Rebase II (T) e Ufi Gel Hard (U). Corpos-de-prova puros de L, V, T e U (60x6x4 mm) também foram confeccionados para se determinar a resistência ao impacto dessas resinas. Para a avaliação da adição de reforço, foi adicionado ao pó das resinas reembasadoras 5%, em massa, do reforço de floco de vidro “glass flake” (UR, TR, L/UR, L/TR, V/UR, V/TR). 320 corpos-de-prova foram confeccionados, sendo 20 para cada condição experimental. Metade desses foi submetida à ciclagem mecânica (10.000 ciclos) com freqüência de 5 Hz (LC, VC, TC, UC, URC, TRC, L/URC, L/TRC, V/URC, V/TRC). Um entalhe, em forma de V foi realizado na largura, na superfície correspondente ao material reembasador, com profundidade de 0,8 mm, permanecendo 3,2 mm de material intacto. O teste foi realizado com pêndulo de 0,5 J e distância de 50 mm entre os suportes. Os resultados (kJ/ m2) foram analisados utilizando-se ANOVA e teste de Dunnet C (α = .05). Não houve diferenças estatisticamente significantes entre as médias de resistência ao impacto das condições L, L/L, V, V/V, LC, L/LC, VC e V/VC. As condições experimentais relativas às resinas autopolimerizáveis U, T, UC, TC, UR, TR e TRC foram estatisticamente iguais entre si. Além disso, URC também foi estatisticamente igual a U, T, UC, TC, TR e TRC, porém, maior do que UR. Não houve diferença significativa (P>.05) entre as médias de resistência...pt
dc.description.abstractThis study evaluated the effect of the addition reinforcement and cyclic loading on the resistance to impact of Charpy tests (C) and free falling-dart (FD) for the denture base resins and reline materials. To test the C, bars (60x6x2 mm) were prepared with the resins Lucitone 550 (L) and Vipi Wave (V) and relined (2 mm) with the same material (L / L or V / V) or with relining resins Tokuyama Rebase II (T) and UFI Gel Hard (U). Specimens pure of L, V, T and U (60x6x4 mm) were also made to determine the impact resistance of these resins. For the evaluation of the addition of reinforcement, was added to the powder of the relining resins 5% by weight of the glass flake glass flake (UR, TR, L / UR, L / TR, V / UR, V / TR). 320 specimens were made, 20 for each experimental condition. Half of these were subjected to cyclic loading (10,000 cycles) with a frequency of 5 Hz (LC, VC, TC, UC, URC, TRC, L / URC, L / TRC, V / URC, V / TRC). A notch in the form of V was carried out in width, the area corresponding to the relining material with depth of 0.8 mm, 3.2 mm of material remained intact. The test was conducted with pendulum of 0.5 J and 50 mm distance between the supports. The results (kJ/ m2) were analyzed using the ANOVA and Dunnet C test (α = .05). No significant differences were noted among the mean impact values of L, L / L, V, V / V, LC, L / LC, VC and V / VC. The experimental conditions for relining resins U, T, UC, TC, UR, TR and TRC were statistically equal between themselves. In addition, URC was statistically equal to U, T, UC, TC, TR and TRC, however, higher than UR. No significant differences were noted (P> .05) mong the mean impact values of L/ U, V/ U, L/ UC, V/ UC, L/URC and V/ URC. These conditions had values of resistance to impact significantly lower than those of the resin tested pure L and T (P <.05). There was... (Complete abstract click electronic access below)en
dc.description.sponsorshipFundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
dc.format.extent196 f. : il. color.
dc.identifier.aleph000696480
dc.identifier.capes33004030082P3
dc.identifier.citationPEREZ, Luciano Elias da Cruz. Influência da adição de reforço e ciclagem mecânica na resistência ao impacto de resinas para base e para reembasamento imediato. 2009. 196 f. Tese (Doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Odontologia de Araraquara, 2009.
dc.identifier.fileperez_lec_dr_arafo.pdf
dc.identifier.lattes8000248781842587
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/105513
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
dc.sourceAleph
dc.subjectResinas acrilicaspt
dc.subjectPrótese dentáriapt
dc.subjectProtese dentaria completapt
dc.titleInfluência da adição de reforço e ciclagem mecânica na resistência ao impacto de resinas para base e para reembasamento imediatopt
dc.typeTese de doutorado
unesp.advisor.lattes8000248781842587[1]
unesp.advisor.orcid0000-0002-2718-428X[1]
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Odontologia, Araraquarapt
unesp.graduateProgramReabilitação Oral - FOARpt
unesp.knowledgeAreaPrótesept

Arquivos

Pacote Original
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
perez_lec_dr_arafo.pdf
Tamanho:
923.38 KB
Formato:
Adobe Portable Document Format