O contexto climático e a termorregulação humana: um estudo em treinos de futebol no estado do Ceará

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2013-11-19

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

As atividades esportivas praticadas ao ar livre são constantemente afetadas pelas condições climáticas. O objetivo deste trabalho é propor um indicador de risco relacionado às atividades físicas no calor , considerando as especificidades do futebol e do contexto climático do Ceará - Brasil . O delineamento de pesquisa é descritivo , transversal e de campo. A coleta de dados consta de medidas de variáveis climáticas, fisiológicas, morfológicas, demográficas e de caracterização dos treinos. A amostra é de 179 atletas , com idade média de 19,7+5 anos . As variáveis fisiológicas apresentaram valores médios de acordo com a literatura atual. Foram encontradas diferenças significantes entre os tipos climáticos na frequência cardíaca máxima (p=0,03), VO2máx (p<0,001) e nível de lactato sanguíneo (p<0,001. Também foram encontradas diferenças significantes na temperatura corporal (p<0,001) de acordo com a temperatura, umidade relativa e pressão de vapor no ar. Quanto aos hábitos e estado de hidratação, a maioria não faz reposição hídrica durante os treinos (56,%4) e apresenta desidratação mínima (46,4%) e acentuada (45,8%) já no início do treino com agravamento da desidratação acentuada (73,2%) ao final do treino. Os treinos apresentaram média de temperatura do ar de 30,2+3,4ºC e 55,6+17,5% de umidade relativa média com diferenças significantes nos valores de temperatura (p<0,001), umidade relativa (p=0,013) e pressão de vapor no ar (p<0,001) entre os campos localizados nos centros urbanos (estádios municipais e centros de treinamento) e os de várzea. O Escore para proteção ao atleta relacionado ao calor (EPA – Calor) apresentou um alpha de Cronbach de 0,762 indicando uma boa consistência entre o indicador e seus componentes com coeficiente de correlação intraclasse de 75,9%, e coeficiente de concordância de kendall de 91,2%. A validade concorrente do EPA – CALOR com outros indicadores de risco
Sports activities practiced outdoors are constantly affected by environmental conditions. The aim of this study is to propose an indicator of risk related to physical activities in the heat considering the specifics of soccer and climatic context of Ceará - Brazil. The research delineament is descriptive, cross and field. Data collection included measures of climate variables, physiological, morphological , and demographic characterization of practices. The sample are 179 young athletes with a mean age of 19.7+5 years old. Physiological variables showed average values in line with the current literature . Significant differences were found between the climatic types in maximum heart rate (p=0.03) , VO2max (p<0.001 ) and blood lactate (p < 0.001). There are also significant differences in body temperature (p<0.001 ) of air temperature, relative humidity and vapor pressure in the air. Regarding habits and hydration status , the majority does not fluid replacement during training (56,4%). The soccer players presents minimal (46.4%) and severe (45.8%) dehydration at the beginning of the practice and severe dehydration (73.2%) at the end. The training had a mean air temperature of 30,2+3.4ºC and 55.6+17.5% relative humidity with significant differences in the average air temperature values (p<0.001) , relative humidity (p=0.013) and vapor pressure in the air (p<0.001) between fields located in urban centers (municipal stadiums and training centers ) and floodplain. Athlete Protect Index for Heat (API – HEAT) presented a Cronbach's alpha of 0.762 indicating a good consistency between the index and its components with the intraclass correlation coefficient of 75.9% , and Kendall's coefficient of concordance of 91.2% . Concurrent validity of the API - HEAT with other risk indicators showed acceptable consistency (alpha=0.645) with intraclass correlation coefficient of 64% and Kendall's coefficient of concordance of 70.6% . The research shows...

Descrição

Palavras-chave

Soccer, Futebol, Calor - Avaliação de riscos de saúde, Temperatura - Efeito fisiologico, Corpo - Temperatura - Regulação, Futebol - Influência do clima, Hidratação, Ceara - Clima, Habitos alimentares, Jogadores de futebol, Futebol - Brasil - História

Como citar

GUERRA, Ialuska. O contexto climático e a termorregulação humana: um estudo em treinos de futebol no estado do Ceará. 2013. 171 f. Tese - (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Instituto de Geociências e Ciências Exatas, 2013.