Determinação da distribuição de um nível de turbidito na formação Macaé no campo de Namorado através de uso de atributos sísmicos

Resumo

This study was developed on the basis of petrophysics characterization, 3D seismic interpretation, and rock-wire-log integration. The results were integrated with amplitude attribute through cross plot (rock attribute x amplitude value). 3D seismic data also allowed inteipreting the top of Lagoa Feia, Macaé, and Carapebus formations, and Outeiro Member. The analyses of the maps of structures and attributes, integrated with wire-log data, suggest that Namorado turbidite level is candidate to be mapped with stratigraphic attributes like AverageTroughAmplitude, RMS velocity and Total AbsoluteAmplitude. Lagoa Feia Formation attribute maps (Dip-Azimuth and TotalEnergy) allows to interpret a low fault density at the carbonate coquina level in the Namorado field. This level is also considered one at the best seismic reflector and an important reservoir of the Campos Basin.
Visando caracterizar os reservatórios turbidíticos com técnicas não convencionais, este estudo envolve interpretação sísmica3D, caracterização petrofísica e integração rocha-perfil. Os atributos de rocha foram integrados com atributos de amplitude procedente do dado sísmico, utilizando gráficos cruzados de característica de rocha x amplitude. Paralelamente, foram interpretados sobre o volume sísmico 3D os topos das formações Lagoa Feia, Macaé, Carapebus, e Membro Quissamã. Após confeccionar os mapas estruturais dos diferentes níveis estratigráficos e integrá-los com os dados de poço, foram geradas e analisadas as respostas dos diferentes atributos sísmicos. Como resultado, obteve-se que os atributos sísmicos AverageTroughAmplitude, velocidade RMS e TotalAbsoluteAmplitude são os que melhor estão representando a distribuição em área dos turbiditos, especificamente do Membro Outeiro, enquanto os atributos que melhor definem o falhamento nos níveis das coquinas da Formação Lagoa Feia são Dip-Azimuth e TotalEnergy. As falhas associadas com o nível de coquinas são falhas normais de direção preferencial N10E, apresentando-se com baixa densidade na região do Campo de Namorado, fato que diminui a prospectividade daquele nível. Com relação ao Membro Outeiro, foi determinada a distribuição do turbidito Namorado já perfurado e testado pelos poços, propondo uma nova região exploratória que, segundo os dados publicados no BDEP, não foi perfurada até hoje

Descrição

Palavras-chave

Lagoa Feia Formation, Namorado field, Outeiro Member, Seismic attribute, Turbidite, amplitude, data interpretation, gastropod, integrated approach, logging (geophysics), seismic data, seismic reflection, stratigraphy, turbidite, Atlantic Ocean, Brazil, Campos Basin, Namorado Field, South America

Como citar

Geociencias, v. 25, n. 1, p. 105-116, 2006.