A luta por reconhecimento dos cristãos LGBTs frente ao discurso conservador da Igreja Católica

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2021-07-16

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

A presente monografia busca refletir e compreender a luta por reconhecimento dos cristãos LGBTs (lésbicas, gays, bissexuais, transexuais) confrontando-se com o discurso e as práticas conservadoras da Igreja Católica de Roma em relação a este grupo social. Para tanto, utilizou-se a análise sociológica formulada em termos de crítica social pelo filósofo Axel Honneth, visando demonstrar de que modo à existência do conflito resultante da tensão entre cristãos LGBT e a doutrina de uma a instituição religiosa milenar faz com que estes fiéis lutem por visibilidade e aceitação. Toma-se como pano de fundo que a Igreja Católica, apesar de seu constante esforço de uniformidade, mas em função de sua magnitude e presença no mundo inteiro, é uma instituição plural e diversa, decorrendo disso a ação ativa de pessoas e grupos que questionam os preceitos cristalizados. Este embate se evidencia a partir da imbricação entre sexualidade e religiosidade que são elementos constitutivos das identidades e práticas sociais, inclusive as religiosas, dos membros da comunidade LGBT. A luta por reconhecimento dessas pessoas traz à tona um processo, que oscila entre o conflito aberto e a acomodação, que estando em curso e permanecendo em aberto, tensiona o Magistério da Igreja Católica no campo da ética sexual.
This final course assignment seeks to reflect on and understand the struggle for recognition by Christians who are LGBT (Lesbian, Gay, Bisexual, Transgender) confronting the conservative discourse and the practices of the Roman Catholic Church in relation to this social group. For such, a sociological analysis was undertaken as formulated in terms of social critique by philosopher Axel Honneth, with the purpose of demonstrating how the existence of the conflict arising from the tension between LGBT Christians and the doctrine of a millenarian religious institution pushes such believers to fight for visibility and acceptance. The background is the Catholic Church which, despite its constant effort to maintain uniformity but as a result of its magnitude and presence all over the world, is a plural and diversified institution, leading to a collective action by people and groups who question entrenched precepts. This clash is evinced when sexuality and religiousness are intertwined as constituent elements of social identities and practices, including the religious practices, held by the members of the LGBT community. The struggle for recognition by these people raises questions concerning a process that ranges from open conflict to compromise, still ongoing and open-ended, as it tightens up the Magisterium of the Catholic Church in the field of sexual ethics.

Descrição

Palavras-chave

Luta por reconhecimento, Ética sexual cristã, Magistério, Religiosidade e sexualidade, Cristão LGBT, Struggle for recognition, Sexual ethics Church, Magisterium, Sexuality and religiousness, LGBT Christians

Como citar