Ecossistema em restauração versus ecossistema de referência: estudo de caso da comunidade vegetal de mata ciliar em região de Cerrado, Assis, SP

Imagem de Miniatura

Data

2013

Autores

Daronco, Camila [UNESP]
Melo, Antônio Carlos Galvão de
Durigan, Giselda

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Resumo

Whether or not the structure and composition of natural ecosystems can be recovered by ecological restoration is a controversial issue, and the relative contribution of the planted species or seed sources from the vicinity has rarely been assessed. We compared the understory of a planted and a native riparian forest on the basis of density, richness and proportions of functional attributes of individuals and species. Floristic analyses included the set of species planted. After ten years, richness of the community being restored is not far from the reference, but proportions of functional attributes differ between native and planted forest. More than 30 years are estimated to recover understory density. The dominance of immigrating species (74% of individuals and 85% of species) indicates that the regional species pool has a much stronger influence than the set of species planted to build a community assembly in the forest undergoing restoration.
Se a estrutura e a composição de espécies dos ecossistemas naturais podem ou não ser recuperadas por meio de restauração ecológica é tema controvertido, e a influência das espécies plantadas nesse processo raramente é avaliada. Comparamos a comunidade vegetal em regeneração sob mata ciliar sendo restaurada com a mata ciliar nativa e com o conjunto de espécies plantadas, pela densidade, riqueza, composição florística e atributos funcionais de indivíduos e espécies. Aos dez anos, a comunidade em restauração aproximou‑se da referência em riqueza, mas diferiu em composição florística e proporção de espécies para alguns atributos funcionais. A densidade de regenerantes poderá levar mais de 30 anos para equiparação. Espécies imigrantes, não plantadas, corresponderam a 74% dos indivíduos e 85% das espécies amostradas no subosque da floresta plantada, demonstrando maior influência da diversidade remanescente na paisagem do que do conjunto de espécies plantadas na construção da comunidade em restauração.

Descrição

Palavras-chave

Cerrado, Natural regeneration, Restoration ecology, Restoration goals, Riparian forest, Cerrado, Ecologia da restauração, Mata ciliar, Metas da restauração, Regeneração natural

Como citar

Hoehnea, v. 40, n. 3, p. 485-498, 2013.