Olimpíada regional de matemática da UNESP de Bauru: ORMUB 20ª edição

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2013

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Trabalho apresentado em evento

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

A ORMUB é realizada pelo Departamento de Matemática desde 1993. Os participantes são alunos das três séries do ensino médio de cada unidade escolar de Bauru e de cidades da vizinhança. A elaboração e a correção das provas são realizadas pelos docentes do Departamento de Matemática. Em dezembro ocorre a Cerimônia de Premiação, onde são premiados com medalhas e livros, além de Certificados de Premiação, os cinco primeiros classificados de cada série das instituições públicas e os cinco primeiros classificados de cada série das instituições privadas, totalizando trinta alunos premiados. Os bolsistas e os alunos voluntários, selecionados no curso de Licenciatura em Matemática, além de participarem de toda a organização, fazem a análise de erros e discutem soluções alternativas para as questões da olimpíada anterior com alunos de escolas públicas de Bauru. A organização e realização da 21ª edição, ORMUB 2013, contará com a colaboração de 19 docentes e 3 técnico-administrativos. Neste processo todo são envolvidos mais de 322 alunos provenientes de 65 escolas de 27 cidades da redondeza de Bauru. O objetivo principal da ORMUB é de despertar e estimular os alunos do ensino médio, principalmente das Escolas Públicas, revelando talentos e vocações para a matemática, colocando-os em contato com a Universidade, na expectativa de que se interessem pela vida acadêmica ou mesmo seguir carreiras científico-tecnológicas, além de ser um instrumento para a melhoria do ensino. Baseados na vasta experiência dos docentes da comissão organizadora, que ao longo destes 21 anos vem elaborando as questões que compõe as provas, as quais criteriosamente obedecem aos seguintes critérios: cada prova versa sobre os conteúdos específicos de cada ano do ensino médio; cada prova contém cinco questões sendo elas, geralmente, duas de nível fácil, duas de nível médio e uma de nível difícil, com o objetivo de obter uma melhor classificação. Toda prova é corrigida por dois examinadores sem que nenhum veja a correção do outro. Posteriormente as correções são analisadas e a nota final de cada participante é a média aritmética das notas atribuídas por cada examinador. Consideramos como resultados a tradição que se tornou a ORMUB e a efetiva participação das escolas; o interesse dos alunos em participarem deste evento, encarando-o como um desafio aos seus conhecimentos e o gosto pela matemática, principalmente pela resolução de problemas; surgimento de três outros projetos: "Análise e discussão dos erros apresentados pelos participantes da ORMUB", este de iniciação científica; o projeto de extensão "Encontros com a Matemática" vinculado à PROEX e o terceiro sob o título "Matemática: dúvidas e desafios" vinculado ao Núcleo de Ensino; além de vários alunos que foram participantes da ORMUB em edições anteriores estarem hoje nas Universidades Públicas, em particular, alguns deles cursando Licenciatura em Matemática na Unesp/Bauru.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

CONGRESSO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA, 7., 2013, Águas de Lindólia. Anais... São Paulo: PROEX; UNESP, 2013, p. 09764

Itens relacionados

Financiadores