Escolhas de letras nas primeiras escritas infantis: função e unidade no discurso

Imagem de Miniatura

Data

2011

Autores

Arena, Dagoberto Buim [UNESP]
Pastorello, Adriana
Santos, Sonia de Oliveira

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Resumo

The article deals, initially, from a theoretical point of view, the concept of function in the perspective of Vygotsky (2001), and functional equivalence from the point of view of Smith (1989) and articulates them with the letter funcion in the construction of words in discursive statements. Taking as reference these concepts, it was analysed writings of a student in early literacy at a school in a countryside city in the state of São Paulo, in a situation of writing letters of personal correspondence, whose data were collected in 2009 in order to determine which letters are chosen by the student and why they are chosen to record the speech. The concept of function in Vygotsky and the functional equivalence of Smith (1989) used for the analysis of corpus, revealed that the student’s decisions are characterized by diversity sources and criteria, and rely mainly on the basis that a letter can have the constitution of the word, in the process of enunciation, regardless of their phonetic correspondence. The letter, used as a basis, would lose its status as strictly technical element to achieve the status of a unit of sense since is a constituent part of discourse.
O artigo trata, inicialmente, do ponto de vista teórico, o conceito de função na perspectiva de Vygotsky (2001), e de equivalência funcional do ponto de vista de Smith (1989) e os articula com a função da letra na construção das palavras em enunciados discursivos. Tendo como referência esses conceitos, são analisadas escritas de uma aluna no início da alfabetização em uma escola em cidade do interior do estado de São Paulo, em situação de escrita de cartas de correspondência pessoal, cujos dados foram coletados em 2009, com o objetivo de verificar quais letras são escolhidas pela aluna e por que são escolhidas para registro do discurso. O conceito de função em Vygotsky e o de equivalência funcional de Smith (1989), utilizados para a análise do corpus, permitiram constatar que as decisões da aluna se caracterizam pela diversidade de fontes e critérios e, se apoiam, sobretudo, na função que uma letra pode exercer na constituição da palavra no processo de enunciação, independentemente de sua correspondência fonética. A letra, utilizada como função, perderia sua condição de elemento estritamente técnico para atingir o estatuto de unidade de sentido, uma vez que é parte constitutiva do discurso.

Descrição

Palavras-chave

alfabetização

Como citar

Ensino em Re-vista, v. 18, n. 1, p. 67-80, 2011.