Leituras, valores e comportamentos: práticas escolares no Colégio Tiradentes da Polícia Militar de Uberaba-MG

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2017-03-07

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Esta tese analisa as práticas escolares existentes no Colégio Tiradentes da Polícia Militar de Uberaba-MG (CTPM-Uberaba). Foi realizada uma pesquisa qualitativa, tendo como fontes entrevistas e documentos da escola, por entender esses instrumentos como fundamentais para a compreensão das práticas escolares. Procurou-se “identificar o modo como em diferentes lugares e momentos uma determinada realidade social é construída, pensada, dada a ler”, atentando para a compreensão da produção dos objetos culturais, bem como dos sujeitos produtores e receptores dessa cultura (CHARTIER, 1990, p. 16-17). A pesquisa constatou que a incorporação de algumas normas pelos sujeitos da referida escola, e a tradução delas em códigos comportamentais – como, por exemplo, a marcha militar, a exaltação dos Símbolos Nacionais e o uniforme escolar similar ao das corporações militares –, confere àquele espaço uma identidade própria, cuja especificidade se faz legítima e é entendida, sobretudo pelos agentes produtores de tais singularidades (no caso os militares), como “necessária”. No entanto, com o exame das práticas de leitura, a análise dos projetos pedagógicos desenvolvidos no colégio, a utilização da biblioteca e a escolha, pelos professores, do que deve ser lido, foi possível constatar certa semelhança com as práticas reveladas em algumas escolas não militares, como já estudado em outras pesquisas, onde a leitura aparece, não raras vezes para o aluno, como um processo instrumental de decodificação e destituído de sentido. Ao esclarecer sobre as práticas escolares no CTPM-Uberaba, a tese pretendeu contribuir com o entendimento do que se denomina cultura escolar.
This thesis analyzes the existing school practices in the Tiradentes Military School of the Military Police in Uberaba, Minas Gerais (CTPM-Uberaba). A qualitative research was conducted using interviews and school records, both of which were considered fundamental for the understanding of school practices. The aim of the study was to "identify how, in different places and at different moments, a given social reality is constructed, thought, read", focusing on the understanding of the production of cultural objects, as well as of the producing and receiving subjects of that culture (CHARTIER, 1990, p. 16-17). The research found that the incorporation of some norms by the subjects of Tiradentes School and their translation into behavioral codes - such as military marching, exaltation of National Symbols and school uniforms similar to that of military corporations - grant an institutional identity whose specificity becomes legitimate and is understood as "necessary" especially by the producers of such singularities (in the case of the military). However, when analysing reading practices and the pedagogical projects developed at the School, such as the use of the library and the teachers’ choice of what should be read, it was possible to observe a certain similarity to the non military school practices, as already studied in other studies, where reading appears, not rarely, as an instrumental process of decoding and devoid of meaning. By clarifying the school practices at the CTPM-Uberaba, the study intends to contribute to the understanding of what is called School Culture.

Descrição

Palavras-chave

Colégio Tiradentes, CTPM-Uberaba, Práticas escolares, Cultura escolar, Polícia Militar de Minas Gerais

Como citar