Avaliação clínica e ultrassonografia tardia de pacientes com trombose venosa profunda, portadores de trombofilia

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2008-11-14

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

A trombose venosa profunda (TVP) caracteriza-se pela formação aguda de um trombo no interior das veias profundas. É uma doença de alta incidência e de grande importância clínica e epidemiológica devido à sua morbimortalidade, sendo atualmente, considerada multifatorial. São vários os fatores de risco genéticos e/ou adquiridos relacionados à TVP e a compreensão da interação destes, permite melhor entender esta doença, não só devido aos seus sintomas de fase aguda mas, principalmente, por sua complicação mais temida, a embolia pulmonar e, a longo prazo, a síndrome pós-trombótica (SPT), que apresenta importante morbidade, inclusive com repercussões sócio-econômicas. A avaliação a longo prazo, clínica e ultrassonográfica, de pacientes com diagnóstico de TVP, visando verificar a incidência e gravidade da SPT é necessária para a compreensão da evolução destes pacientes. Desconhecemos a existência de trabalhos em nosso meio, que avaliem a evolução tardia da TVP. Objetivo: Determinar a evolução a longo prazo de pacientes com TVP de membros, portadores de trombofilia e verificar se existem diferenças na evolução de pacientes trombofílicos e não trombofílicos. Método: Num estudo coorte retrospectivo foram avaliados os prontuários de 275 pacientes atendidos no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu-Unesp, dos quais foram identificados 60 pacientes trombofílicos, sendo possível contactar 40 deles para consulta, dos quais 39 pacientes aceitaram participar do estudo. Foram selecionados 25 pacientes com diagnóstico de TVP, não trombofílicos, pareados para sexo e idade, para comparação com o grupo trombofílico. Durante a consulta foi preenchido um protocolo que continha as seguintes variáveis: dados demográficos, profissão, antecedentes pessoais e antecedentes obstétricos (se mulher), antecedentes familiares com relação...
Deep vein thrombosis (DVT) is characterized by the acute formation of a thrombus in the interior of the deep veins. It is a disease of high incidence and great clinical and epidemiological importance due to its morbimortality, being presently considered multifactorial. The genetic and/or acquired risk factors related to DVT are various and understanding their interaction allows a better comprehension of this illness, due to both symptoms of the acute stage and, mainly, its most feared complication, the pulmonary embolism and, in long term, the post-thrombotic syndrome (PTS), which presents important morbidity, inclusively with social and economical repercussions. The long-term clinical and ultrasound evaluation of patients with DVT diagnosis, aiming to verify the incidence and seriousness of PTS, is necessary to understand the evolution of these patients. We are not aware of the existence of works in our area which evaluate the late evolution of DVT. Objective: To determine the long-term evolution of patients with DVT of limbs, carriers of thrombophilia, and verify the existence of differences in the evolution of thrombophilic and non-thrombophilic patients. Method: In a retrospective cohort study, the medical registers of 275 patients attended at the Clinics Hospital of the School of Medicine of the Paulista State University, in Botucatu, São Paulo, Brazil, were evaluated, from which 60 thrombophilic patients were identified. It was possible to contact 40 of them for appointment, from which 39 patients accepted to participate in the study. 25 non-thrombophilic patients, paired for sex and age, were selected with DVT diagnosis, for comparison with the thrombophilic group. During the appointment, a protocol was filled in, containing the following variables: demographic data, occupation, personal antecedents and obstetric antecedents (if woman), familiar antecedents concerning thrombosis... (Complete abstract click electronic access below)

Descrição

Palavras-chave

Trombose - Diagnóstico e tratamento, Anticoagulantes, Embolia, Deep vein thrombosis, thrombophilia, Pulmonary embolism

Como citar

TÓFANO, Viviane Alessandra Capelluppi. Avaliação clínica e ultrassonografia tardia de pacientes com trombose venosa profunda, portadores de trombofilia. 2008. 169 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Medicina de Botucatu, 2008.