Sensibilidade de indicadores da desnutrição protéico-energética em cirróticos com vários graus de disfunção hepatocelular

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2004-06-01

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Instituto Brasileiro de Estudos e Pesquisas de Gastroenterologia (IBEPEGE)
Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva (CBCD)
Sociedade Brasileira de Motilidade Digestiva (SBMD)
Federação Brasileira de Gastroenterologia (FBG)
Sociedade Brasileira de Hepatologia (SBH)
Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva (SOBED)

Resumo

OBJETIVO: A sensibilidade de indicadores antropométricos e laboratoriais, na detecção da desnutrição protéico-energética de cirróticos foi estudada em 117 adultos, com gravidades (Child-Pugh), Child A (18), B (42) e C (57). RESULTADOS: Os indicadores antropométricos mais alterados foram: a circunferência braquial 61%, a prega cutânea tricipital 55% e a prega cutânea subescapular 53%, e os laboratoriais: albumina 93% e hemoglobina 90%. Com a combinação de indicadores circunferência braquial + prega cutânea subescapular + albumina ou hemoglobina, alcançaram-se 29% de déficit, valor idêntico ao da associação apenas de circunferência braquial + prega cutânea subescapular. Essa combinação (circunferência braquial e prega cutânea subescapular) detectou 63% de desnutrição protéico-energética, com predominância das formas moderada e grave em todos os graus Child. CONCLUSÃO: A desnutrição protéico-energética na cirrose hepática é predominantemente protéica, podendo ser caracterizada por indicadores laboratoriais (mais sensíveis) ou, com maior especificidade, pela circunferência braquial, embora inespecífica à discriminação da gravidade da desnutrição protéico-energética entre os grupos Child B e C.
AIM: The prevalence and severity of protein-energy malnutrition (PEM) were investigated through the anthropometric (body mass index, triceps and subescapular skinfolds and upper arm circumferences) and blood measures in 117 cirrhotic patients. The sensitivity and specificity of single or combined PEM markers were tested among Child A (n=18), Child B (n=42) and Child C (n=57) adults (51±13y). RESULTS: Were calculated as z score and considered deficient when z<-1.28SD according to local standards. The most deficient markers where albumin (93%), hemoglobin (90%), upper arm circumference (61%), triceps (55%) and subescapular (53%) skinfolds. By combining upper arm circumference with triceps or subescapular skinfolds, PEM were detected in 63% of patients varying from 39-44% (Child A) to 64-68% (Child B or C). CONCLUSION: Thus the pattern of PEM present in cirrhosis is predominantly in their protein compartment and worsened with the severity of hepatocellular insuficiency. Upper arm circumference can be used as sensitive markers of presence and severity of PEM in cirrhotic patients but showing low specificity for discriminate PEM among Child grades (B and C) of hepatocellular dysfunctions.

Descrição

Palavras-chave

Desnutrição protéico-energética, Cirrose hepática, Avaliação nutricional, Protein-energy malnutrition, Liver cirrhosis, Nutrition assessment

Como citar

Arquivos de Gastroenterologia. Instituto Brasileiro de Estudos e Pesquisas de Gastroenterologia - IBEPEGE Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva - CBCD Sociedade Brasileira de Motilidade Digestiva - SBMD Federação Brasileira de Gastroenterologia - FBGSociedade Brasileira de Hepatologia - SBHSociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva - SOBED, v. 41, n. 2, p. 93-99, 2004.