Percepção dos profissionais da saúde que atuam em unidade de cuidados paliativos: fragilidades e desafios

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2021-12-14

Autores

Nascimento, Mayara Gomes Cavalcante do

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Objetivo: Compreender a percepção que os profissionais da saúde têm acerca de sua atuação em unidades de cuidados paliativos e a interferência da formação profissional na assistência prestada. Método: Pesquisa qualitativa do tipo análise temática, com 8 profissionais integrantes de uma equipe multiprofissional e que prestam assistência à pacientes sob cuidados paliativos, em um Hospital Público de Botucatu, um município do interior Paulista. A Coleta de dados se deu por meio de uma entrevista semiestruturada e audiogravada, os dados foram transcritos posteriormente e as gravações excluídas. Após isso os dados obtidos foram submetidos à Análise Temática de Bardin que permitiu agrupá-los em quatro categorias: Dificuldades e Fragilidades com a assistência em Cuidados Paliativos, A formação profissional e seu papel na assistência, Estratégias para redução das dificuldades relacionadas à formação e Estratégias para redução das demais dificuldades. Resultados: Todos os participantes relataram que sua formação pecou em relação ao ensino em Cuidados Paliativos, muitos deles optando pela formação complementar como a estratégia principal para redução desta fragilidade. Os profissionais que possuíam pouca capacitação ou desinteresse pela área, apresentaram dificuldades mais significativas, como sofrimento emocional e adoecimento psíquico. Conclusão: Este estudo traz um levantamento significativo acerca das dificuldades encontradas por profissionais da saúde em sua rotina de atuação em Cuidados Paliativos. Ficou evidente a necessidade de cuidar de quem cuida, principalmente no que diz respeito ao emocional dos profissionais, além disso, a equipe multiprofissional foi reconhecida como uma ferramenta de redução das dificuldades emocionais e de formação no momento da prática. No entanto, os participantes relataram que as dificuldades com a formação seriam resolvidas com a formação complementar, inserção de disciplinas específicas para Cuidados Paliativos e com a reformulação das matrizes curriculares.
Objective: To understand the perception that health professionals have about their performance in palliative care units and the interference of professional training in the care provided. Method: Qualitative research of the thematic analysis type, with 8 professionals who are members of a multidisciplinary team and who provide assistance to patients under palliative care, in a Public Hospital in Botucatu, a municipality in the interior of São Paulo. Data collection took place through a semi-structured and audio-recorded interview, data were later transcribed and recordings excluded. After that, the data obtained were submitted to Bardin's Thematic Analysis, which allowed us to group them into four categories: Difficulties and Weaknesses with assistance in Palliative Care, Professional training and its role in care, Strategies to reduce difficulties related to training and Strategies to reduce other difficulties. Results: All participants reported that their training sinned in relation to teaching in Palliative Care, many of them opting for complementary training as the main strategy to reduce this weakness. Professionals who had little training or lack of interest in the area had more significant difficulties, such as emotional suffering and mental illness. Conclusion: This study brings a significant survey about the difficulties encountered by health professionals in their routine of performance in Palliative Care. The need to take care of the caregiver was evident, especially with regard to the emotional aspects of professionals, in addition, the multidisciplinary team was recognized as a tool to reduce emotional and training difficulties at the time of practice. However, the participants reported that the difficulties with training would be resolved with complementary training, insertion of specific subjects for Palliative Care and with the reformulation of curricular matrices.

Descrição

Palavras-chave

Cuidados paliativos, Ensino, Capacitação profissional, Assistência terminal, Equipe de assistência ao paciente, Palliative care, Teaching, Professional training, Terminal assistance, Patient assistance team

Como citar