Morphologic and molecular characterization of Myrciaria spp species

Imagem de Miniatura

Data

2005-12-01

Autores

Pereira, Márcio
Oliveira, Antonio Luis de
Pereira, Regina Eli de Almeida
Sena, Janete Apparecida Desidério [UNESP]
Costa, Juliana Regina Vieira da [UNESP]
Almeida, Marcílio de
Gonçalves, Antonio Natal

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Sociedade Brasileira de Fruticultura

Resumo

A jabuticabeira é considerada uma das fruteiras mais típicas do Brasil. Entretanto, há poucos estudos sobre esta planta na literatura, e mesmo sua classificação botânica é muito controvertida. Este trabalho faz comparações entre as espécies de jabuticabeiras, usando as técnicas de marcadores morfológicos (organografia) e moleculares RAPD. As características morfológicas das plantas, usadas como marcadores morfológicos, foram comparadas com espécimes presentes nos herbários dos Estados de São Paulo e Minas Gerais e com as descrições obtidas em revisão de literatura especializada. As diferenças moleculares entre as espécies foram determinadas por meio do uso de marcadores RAPD. O experimento foi realizado nas cidades de Piracicaba, Jaboticabal e Ituverava do Estado de São Paulo, Brasil. Diferenças morfológicas e moleculares entre as plantas estudadas foram identificadas, e quatro grupos distintos de espécies foram definidos: Myrciaria cauliflora (Mart.) O. Berg, M. coronata Mattos, M. jaboticaba (Vell.) O. Berg. e M. phytrantha (Kiaersk.) Mattos. A técnica de marcadores moleculares, aliada à técnica de marcadores morfológicos, mostrou ser uma ferramenta importante na identificação de espécies de jabuticabeiras.
The jabuticaba tree is considered one of the most typical Brazilian fruit trees. However, few studies of this plant are found in the literature and even its botanical classification is very controversial. The present research reports some comparisons between jabuticaba species, using morphologic (organography) and molecular markers techniques. The morphologic characteristics of the plant used as markers were compared with specimens of the herbaria from São Paulo and Minas Gerais States and with the descriptions reported in the literature. Molecular differences between the species were identified by the use of RAPD markers. The experiment was made in Piracicaba, Jaboticabal and Ituverava municipal districts in São Paulo State, Brazil. Morphologic and molecular differences between the studied plants were identified and four groups of species were defined: Myrciaria cauliflora (Mart.) O. Berg, M. coronata Mattos, M. jaboticaba (Vell.) O. Berg. and Myrciaria phytrantha (Kiaersk.) Mattos. Both molecular and morphologic markers techniques showed to be important tools for the identification of jabuticaba tree species.

Descrição

Palavras-chave

jabuticaba trees, biological identification, morphologic markers, Molecular markers, RAPD, Jabuticabeiras, identificação biológica, marcadores morfológicos, Marcadores moleculares, RAPD

Como citar

Revista Brasileira de Fruticultura. Sociedade Brasileira de Fruticultura, v. 27, n. 3, p. 507-510, 2005.