Relações entre acúmulo de metais em tecido muscular de peixes com diferentes hábitos alimentares coletados na Bacia Hidrográfica do Turvo/Grande

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2011-12-19

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

A Bacia Hidrográfica do Turvo/Grande, Unidade de Gerenciamento de Recursos Hídricos – UGRHI 15 é composta por 64 municípios sendo os principais corpos aquáticos os rios Turvo, Grande e Preto. Estes recursos hídricos abrangem área desde a Usina Hidroelétrica de Marimbondo até a foz do rio Paranaíba. Possui grande variedade de espécies de peixes como Satanoperca pappaterra (cará), Schizodon altoparana (lambari), Serrasalmus marginatus (piranha), Acestrorhynchus lacustres (peixe cachorra) e Piaractus mesopotamicus (pacu) e uso e ocupação do solo primordialmente agrícola. Neste trabalho coletaram-se amostras de peixes nos rios Preto, Turvo e Grande em duas campanhas ocorridas em Fevereiro e Julho de 2010 e determinaram-se crômio, cobre, níquel, zinco e mercúrio no tecido muscular. Foram relacionadas as concentrações totais dos metais com os diferentes hábitos alimentares e também se determinou o fator de bioacumulação de metais nas espécies coletadas. De modo geral todas as espécies coletadas nas duas campanhas apresentaram concentrações de metais abaixo dos valores máximos permitidos pela legislação brasileira e zinco apresentou concentrações relativamente muito maiores que os demais. Foram estabelecidas seguintes ordens decrescentes de acumulação de metais no tecido muscular para as espécies com hábito alimentar: Detritívoro -Fevereiro Zn>>Ni>Cu>Cr>Hg, Julho Zn>>Ni>Cu>Hg>Cr; Carnívoro - Fevereiro Zn>Ni>Cu>Hg>Cr; Julho Ni>Zn>Cu>Cr>Hg. Quanto ao fator de bioacumulação (FBC) de metais, pode-se estabelecer a seguinte ordem decrescente de metais nas espécies de peixes coletadas nas duas campanhas de amostragens: Zn (FBC: 40-5049)>Ni(FBC: 76-3500)>Cr(FBC: 1-1250)>Cu(FBC: 0,1-690). Ainda, em relação ao hábito alimentar, as espécies detritívoras...
Turvo/Grande watershed, Water Resources Management number 15 is composed of 64 municipalities and the main water bodies são São Domingos, Turvo, Grande, Preto and Ribeirão rivers. These aquatic bodies includem since from Marimbondo hydroelectric until the mouth of Paranaiba river. It has a great variety of fish species such as Satanoperca pappaterra (cará), Schizodon altoparana (lambari), Serrasalmus marginatus (piranha), Acestrorhynchus lacustres (peixe cachorra) e Piaractus mesopotamicus (pacu) and use and land cover primarily agricultural. In this work fish samples were collected from the Preto, Turvo and Grande rivers in two sampling places, being one in February and another one in July 2010 and chromium, copper, nickel, zinc and mercury were quantified in the muscle tissue. Were related to metals total concentrations with different eating habits and also determined the metals bioaccumulation factor in several specimens collected. In general all species collected in the two campaigns presented metal concentrations below the maximum allowed by Brazilian law and zinc concentrations showed relatively much larger than the others. Were established following decreasing order of metal accumulation of metals for the species with a diet: scavenger-February Zn>> Ni> Cu> Cr> Hg, July Zn>> Ni> Cu> Hg> Cr; Carnivore - February Zn> Ni> Cu> Hg> Cr; July Ni> Zn> Cu> Cr> Hg. As for the bioaccumulation factor (BCF) of metals, one can establish the following descending order of metals in fish species collected in two sampling campaigns: Zn (FBC: 40-5049)> Ni (FBC: 76-3500)> Cr (FBC: 1-1250)> Cu (FBC: 0.1 to 690). Still considering the diet the scaveging species show higher bioacumulation factor when compared to the carnivorous species. Considering the economic and industrial activities in the region... (Complete abstract click electronic access below)

Descrição

Palavras-chave

Ecologia aquatica, Química ambiental, Água - Poluição, Toxicologia ambiental

Como citar

ROCHA, Bruno Cesar Prior. Relações entre acúmulo de metais em tecido muscular de peixes com diferentes hábitos alimentares coletados na Bacia Hidrográfica do Turvo/Grande. 2011. 74 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas, 2011.