Hipomineralização molar-inciso em escolares da rede municipal da cidade de Manaus (AM)

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2014-06-16

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

In order to analyze the prevalence and severity of MIH and its association with dental caries and developmental defects of enamel in the deciduous dentition of public schoolchildren Manaus / AM, we examined 2062 primary school children aged 6-10 years to obtain the MIH, the DMFT, dmft and DDE indexes. The data collected were tabulated and submitted to descriptive statistical analysis by Chi-square, Fisher's Exact and Mann Whitney tests, at a 5% significance level with associations found by odds ratio. The prevalence of MIH in Manaus was 9.12%, and no significant association with gender and age of the children studied was found. The mandibular arch was the most affected, with greater number of teeth being affected on the left side. The most frequently affected teeth were the mandibular permanent first molars, followed by maxillary counterparts and maxillary/mandibular central incisors. The most frequent diagnosis was mild MIH severity. The DMFT of children with MIH was 1.58 and dmft was 2.47, higher than those of the unaffected group and the total sample. A correlation was found between DDE and the presence of MIH. Early diagnosis of MIH is imperative, since the children affected show a high risk for the development of dental caries.
Com o objetivo de determinar a prevalência, a severidade da HMI e sua associação com a cárie dentária e com a presença de defeitos de desenvolvimento do esmalte na dentição decídua em escolares da rede pública de Manaus/AM, examinou-se 2.062 crianças do ensino fundamental, com idade entre 6 a 10 anos, para o registro de HMI, dos índices CPO-D, ceo-d e DDE. Os dados coletados foram tabulados e submetidos à analise estatística descritiva pelos testes Qui-quadrado, Exato de Fischer e Mann Whitney, ao nível de significância de 5%, sendo as associações verificadas por Odds Ratio. A prevalência da HMI em Manaus foi de 9,12%, não havendo associação significativa com o sexo e a idade das crianças investigadas. O arco inferior foi mais acometido, com maior número de dentes envolvidos no lado esquerdo. Os dentes mais afetados foram os primeiros molares permanentes inferiores, seguidos pelos homólogos superiores e incisivos centrais superiores/inferiores. A severidade de grau leve foi o diagnóstico mais frequente. O CPO-D das crianças com HMI foi de 1,58 e o ceo-d de 2,47, maiores que os valores do grupo não afetado e da amostra total. Observou-se relação entre a presença de DDE e a de HMI. Torna-se imprescindível o diagnóstico precoce de HMI, visto que as crianças afetadas apresentam alto risco ao desenvolvimento de cárie dentária.

Descrição

Palavras-chave

Desmineralização do dente, Epidemiologia, Cáries dentárias, Epidemiology

Como citar

HANAN, Simone Assayag. Hipomineralização molar-inciso em escolares da rede municipal da cidade de Manaus (AM). 2014. 139 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho, Faculdade de Odontologia de Araraquara, 2014.