Finanças comportamentais: o comportamento do agente decisório nos cenários de ganhos, perdas, riscos e incertezas

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2011-12-14

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

As Finanças Comportamentais, com base em estudos empíricos, procuram demonstrar que os investidores nem sempre se mantêm racionais ao tomarem decisões que envolvem riscos, conforme argumentava a Teoria Neoclássica de Finanças. Este trabalho tem como objetivo contextualizar o recente campo de estudo e replicar a investigação empírica do artigo seminal de Kahneman e Tversky (1979) que aborda a Teoria do Prospecto e que constitui a base de Finanças Comportamentais. Simultaneamente, serão comparados os resultados da pesquisa com os de Kahneman e Tversky (1979) com os obtidos nesse estudo. Os resultados encontrados nesta população específica mostram similaridade, e que mesmo com populações e períodos diferentes, os indivíduos tendem a se comportar de maneira, na maioria das vezes, contraria ao que argumentava a Teoria Neoclássica de Finanças
Basing on empirical studies, Behavioral Finance seek to demonstrate that investors not always have a rational posture when it comes to making decisions that might involve some sort of risk, according to Neoclassical Finance Theory. This paper aims to contextualize recent studies and respond to the empirical investigation on Kahneman and Tversky’s (1979) seminal article, which approaches The Prospect Theory and constitutes the basis for Behavioral Finance. The results of the investigation will simultaneously be compared to those of Kahneman and Tversky (1979). The results, which have been specifically found in this population, show that the results of the samples are similar, and even in different populations and different periods, individuals tend to behave, more often than not, just as opposed to the arguments of the Neoclassical Finance Theory

Descrição

Palavras-chave

Economia, Finanças comportamentais, Teoria do prospecto, Behavioral finance, Prospect theory

Como citar

SILVA FILHO, Darlan Maciel da. Finanças comportamentais: o comportamento do agente decisório nos cenários de ganhos, perdas, riscos e incertezas. 2011. 107 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências e Letras de Araraquara, 2011.