Depósitos unitários de calda de pulverização com e sem surfatante em plantas de Salvinia molesta

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2002-01-01

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas

Tipo

Artigo

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

Uma das opções para o manejo de Salvina molesta é o controle químico; contudo, a presença de grande quantidade de pêlos na epiderme foliar reduz a molhabilidade das folhas, o que pode afetar a eficiência dos herbicidas. O objetivo deste trabalho foi o de avaliar a deposição do corante azul FDC-1, no qual se simulou a aplicação de herbicidas em plantas dessa espécie, com e sem a mistura de um surfatante. Os tratamentos foram as concentrações de 0 e 5% do surfatante Aterbane (espalhante adesionante), utilizado na elaboração da calda de pulverização. O delineamento experimental foi o inteiramente casualizado, com 150 repetições. A aplicação foi realizada com um pulverizador estacionário à pressão de 2,0 bar, com consumo de calda de 180 L ha-1. Foram utilizados bicos de jato plano, tipo XR 110.02. Foram ajustadas curvas de regressão entre os depósitos individuais em cada planta (mL calda/planta) e as freqüências acumuladas. Utilizou-se o modelo de Gompertz, e os valores de R² foram de 0,99 e 0,97 com e sem o espalhante, respectivamente. em termos médios, a adição de Aterbane reduziu em 1,13% os depósitos do FDC-1. No entanto, o espalhante melhorou em 76, 41 e 29% a deposição em 1, 5 e 10% da população com menores depósitos do corante.

Resumo (inglês)

One of the options for managing Salvinia molesta is chemical control; however, the presence of a large amount of stiff, tiny water resistant hairs on their leaf surface above reduces leaf wettability and herbicide efficiency. The objective of this study was to evaluate the deposition of blue coloring FDC-1, by simulating the application of herbicide solutions on this aquatic fern, with and without a surfactant mixture. The treatments were concentrations of Aterbane at 0 and 5%, used in a spray solution preparation. The experimental treatment was set up on a randomized design with 150 replications. Application was performed with a stationary spray with pressure at 2.0 bar and consumption of 180 L ha-1 of spray solution. Nozzles type XR 110.02 were used and regression curves were adapted among the individual deposits in each plant (mL spray solution/plant) and to the accumulated frequencies. The model of Gompertz was used and the R² values were 0.99 and 0.97, with and without Aterbane, respectively. In average, addition of Aterbane spray solution reduced deposits of the FDC1 in 1.13%. However, Atherbane improved the deposition of 76%, 41% and 29% in 1%, 5% and 10%, of the population, respectively, with less deposit of the coloring.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Planta Daninha. Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas , v. 20, n. spe, p. 51-56, 2002.

Itens relacionados

Financiadores