Gama de hospedeiros e reação de genótipos de tomateiro a Pseudomonas cichorii

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2009-06-01

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Grupo Paulista de Fitopatologia

Tipo

Artigo

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

Em 2005, foi constatada em dois campos comerciais de tomate no Estado de São Paulo, a ocorrência da queima bacteriana, causada por Pseudomonas cichorii. em vista disso, foram desenvolvidos estudos visando a determinação da gama de hospedeiros de isolados de Pseudomonas cichorii (IBSBF 2309 e IBSBF 2323), obtidos de tomateiro, provenientes de campos comerciais localizados nos municípios de Bragança Paulista e Mogi Guaçú, SP. Plantas de abobrinha, alface, beldroega, berinjela, beterraba, cenoura, couvebrócolo, datura, fumo, girassol, jiló, melão, pepino, petúnia, pimentão, rabanete, repolho, rúcula, salsa e tomateiro foram inoculadas por pulverização, separadamente, com os dois isolados de P. cichorii de tomateiro e um isolado de girassol (GIR-1). Os isolados IBSBF 2309 e IBSBF 2323 foram patogênicos à beldroega, datura, girassol, pimentão e tomate; GIR-1 foi patogênico apenas à beldroega, datura e girassol, não sendo patogênico ao pimentão e ao tomateiro. No Brasil não se conhecem fontes de resistência dentro do gênero Lycopersicon ou a reação de cultivares de tomateiros a esta bactéria. Vinte e oito genótipos de tomateiro provenientes do Banco de Germoplasma da empresa Sakata Seed Sudamerica Ltda., foram avaliados quanto a reação aos isolados IBSBF 2309 e IBSBF 2323 de P. cichorii, pelo método de inoculação nas folhas. Os maiores níveis de resistência foram observados em AF 11768, AF 2521, AF 11766, AF 11772, AF 229, AF 5719-1 e AF 8162. O genótipo AF 5719-1, que possui o gene Pto, que confere resistência a P. syringae pv. tomato, apresentou um bom nível de resistência a P. cichorii. A identificação de genótipos que apresentem bons níveis de resistência a este patógeno é importante para utilização em programas de melhoramento genético do tomateiro, visando a incorporação de genes de resistência a P. cichorii.

Resumo (inglês)

The occurrence of the bacterial blight, caused by Pseudomonas cichorii, was observed in two commercial tomato fields in the State of São Paulo in 2005. In view of this, studies were carried out in order to determine the host range of Pseudomonas cichorii isolates (IBSBF 2309 and IBSBF 2323), obtained from tomato plants at commercial fields located in the cities of Bragança Paulista and Mogi Guaçú, SP, Brazil. Caserta pumpkin, lettuce, purslane, eggplant, beet, broccoli, carrot, Jimson weed, sunflower, tobacco, scarlet eggplant, melon, cucumber, petunia, green pepper, radish, cabbage, arugula, parsley, and tomato plants were spray-inoculated separately with two isolates of P. cichorii obtained from tomato and one from sunflower (GIR-1). The isolates IBSBF 2309 and IBSBF 2323 were pathogenic to purslane, Jimson weed, sunflower, green pepper, and tomato; GIR-1 was only pathogenic to purslane, Jimson weed, and sunflower, but not pathogenic to green pepper or tomato. In Brazil, no sources of resistance to this bacterium are known within the Lycopersicon genus. The reaction of tomato cultivars to the bacterium is also unknown. Twenty-eight tomato genotypes from the Sakata Seed Sudamerica Ltda. Germplasm Bank were evaluated for their reaction to P. cichorii isolates IBSBF 2309 and IBSBF 2323, using the leaf inoculation method. The highest resistance levels were observed in tomato genotypes AF 11768, AF 2521, AF 11766, AF 11772, AF 229, AF 5719-1, and AF 8162. The genotype AF 5719-1, wich has the Pto gene imparting resistance to P. syringae pv. tomato, showed a good level of resistance to P. cichorii. The identification of genotypes with good levels of resistance to this pathogen is important, since they represent potential resources to be used in tomato breeding programs for incorporation of resistance genes against P. cichorii.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Summa Phytopathologica. Grupo Paulista de Fitopatologia, v. 35, n. 2, p. 127-131, 2009.

Itens relacionados

Financiadores