Controle químico de doenças de Eucalyptus spp. em viveiros e seus efeitos morfo-fisiológicos

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2010-08-30

Orientador

Furtado, Edson Luiz

Coorientador

Pós-graduação

Ciência Florestal - FCA

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Dissertação de mestrado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

Os viveiros florestais apresentam condições microclimáticas que propiciam o desenvolvimento de patógenos que causam sérios danos, entre eles a morte das mudas. Dessa forma, o manejo integrado destas doenças se torna obrigatório, com várias medidas que podem ser adotadas: assepsia, a regulação, o controle biológico e o controle químico. O objetivo desse trabalho foi estudar o comportamento dos diferentes patógenos que atuam no viveiro, sob diferentes produtos químicos, assim como o efeito destes na produção mudas, a redução do nível de sintomas e o possível efeito morfo-fisiológico dos fungicidas sobre as mudas. O capitulo 1, destinou-se em avaliar o efeito “in-vitro” de sete fungicidas sobre o crescimento micelial de Botrytis cinerea, Ceratocystis fimbriata, Colletotrichum gloeosporioides, Cryphonectria cubensis, Cylindrocladium scoparium, Dothiorella sp., Fusarium solani, Pestalotia sp., Rhizoctonia solani e Quambalaria eucalypti, patogênicos a estacas de eucalipto, nas concentrações de 1, 10, 100 e 1.000 μg.mL-1 (p/v) de ingrediente ativo (i.a.) em meio de BDA. Os resultados mostraram que para os fungicidas BAS 516 04 F, BAS 358 01F e BAS 512 14 F, seis patógenos foram totalmente ou parcialmente inibidos na concentração de 1 ou 10 μg.mL-1. Já o fungicida BAS 510 01 F se mostrou o menos eficiente. O capítulo II teve como objetivo de avaliar os diferentes produtos químicos no desenvolvimento das mudas de eucalipto. No experimento utilizaram os clones C041H e P4295H, com duas coletas de cada clone, utilizando seis compostos químicos. As mudas foram avaliadas quanto à altura da parte aérea (H), diâmetro do coleto (DC), massa seca total (MST), massa seca da parte aérea (MSPA), massa seca das raízes (MSR), relação entre altura da parte aérea e diâmetro do coleto (RHDC), relação entre altura da parte aérea e massa seca da parte aérea (RHMSPA)...

Resumo (inglês)

Nursery shows microclimatic conditions that favor the development of pathogens that cause serious harm, including death of seedlings. In this way, the integrated management of these diseases becomes mandatory, with various measures that can be taken: asepsis, regulation, biological control and chemical control. The goal of this work was to study the behavior of different pathogens that work in the nursery under different chemicals products, as well the effect of these in the production seedlings, the decreasing of the symptoms level and the possible effect of fungicides on morpho-physiological seedlings. The target of chapter I was evaluate the “in vitro” effect of seven fungicides above the mycelium growing of Botrytis cinerea, Ceratocystis fimbriata, Colletotrichum gloeosporioides Cryphonectria cubensis, Cylindrocladium scoparium, Dothiorella sp., Fusarium solani, Pestalotia sp., Rhizoctonia solani and Quambalaria eucalypti, pathogens to the eucalyptus stakes on concentrations of 1, 10, 100 and 1000 μg.mL-1 (p/v) of active ingredient (i.a) in vehicle BDA. The results showed that the fungicides BAS 516 04 F, BAS 358 01F and BAS 512 14 F six pathogens were partially or completely inhibited at a concentration of 1 or 10 μg.mL-1. In the other side, the fungicide BAS 510 01 F was the less efficient. The Chapter II was to evaluate the different chemicals products in the development of eucalyptus seedlings. In the experiment, was used the clones C041H and P4295H, with two samples of each clone, using six chemical compound. The seedlings was evaluated by air part height (H), basal diameter (DC), weight of total dry mass (MST), weight of dry mass of air part (MSPA), root dry mass weight (MSR), relation between air part height and basal diameter (RHDC) relation between air part height and dry mass of air part weight (RHMSPA) and Dickson quality indices (IQD). In the first sample to the clone... (Complete abstract click electronic access below)

Descrição

Idioma

Português

Como citar

DIAS, Ana Cláudia Ribeiro. Controle químico de doenças de Eucalyptus spp. em viveiros e seus efeitos morfo-fisiológicos. 2010. viii, 112 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Agronômicas de Botucatu, 2010.

Itens relacionados