Resistência de genótipos de tomateiro ao ataque de Tuta absoluta (Meyrick, 1917) (Lepidoptera: Gelechiidae)

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2010-02-25

Autores

Bottega, Daline Benites [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Objetivou-se com este trabalho avaliar possíveis fontes de resistência de genótipos de tomateiro a Tuta absoluta (Meyrick, 1917) (Lepidoptera: Gelechiidae), dos tipos não preferência, para oviposição, alimentação e antibiose, em avaliações de parâmetros biológicos das fases jovem e adulta do inseto. Os experimentos foram realizados no Laboratório de Resistência de Plantas a Insetos, do Departamento de Fitossanidade da Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Câmpus de Jaboticabal-SP. As espécies de tomateiro utilizadas foram Lycopersicon esculentum (Mill.) (cv. Santa Clara, cinco híbridos: Saladete Italiano Ty Tyna, Santa Cruz Débora Ty, Salada Lumi, Saladete Italiano Andrea Victory e Santa Cruz Ty Carina Ty), Lycopersicon hirsutum f. glabratum (C.H. Mull.) (linhagens PI 134418 e PI 134417) e Lycopersicon pimpinellifolium (Just) (linhagens NAV 1062 e PI 126931), para os testes de não preferência para oviposição e alimentação, e todos esses materiais, menos Santa Cruz Ty Carina Ty, para o teste de antibiose. Para os testes de não preferência para oviposição, avaliou-se o número de ovos às 24; 48 e 72 horas após a liberação dos adultos. Os testes de não preferência para alimentação foram realizados com e sem chance de escolha, utilizando lagartas de 12 dias de idade. As avaliações foram realizadas aos 1; 3; 5; 10; 30; 60; 120; 360; 720 e 1440 minutos após a liberação das lagartas, contando o número de indivíduos alimentando-se por genótipo, e quantificando, ao término do experimento, a massa foliar consumida por genótipo. Constatou-se que os genótipos de tomateiro...
The objective of this study was to evaluate possible sources of resistance of tomato genotypes to Tuta absoluta (Meyrick, 1917) (Lepidoptera: Gelechiidae), types of non preference for oviposition, feeding and antibiosis in evaluations of biological parameters of the stages and young adult insect. The experiments were performed at the Laboratory of Plant Resistance to Insects, Department of Plant Protection, Faculty of Agriculture and Veterinary Sciences, Jaboticabal-SP. The species used were tomato Lycopersicon esculentum (Mill.) (cv. Santa Clara, five hybrids: Saladete Italian Ty Tyna, Santa Cruz Débora Ty, Salad Lumi, Saladete Italian Andrea Victory and Santa Cruz Ty Carina Ty), Lycopersicon hirsutum f. glabratum (CH Mull.) (lines PI 134418 and PI 134417) and Lycopersicon pimpinellifolium (Just) (lines NAV 1062 and PI 126931), tests for non preference for oviposition and feeding, and all these materials, less Santa Cruz Ty Carina Ty, to test antibiosis. For testing non preference for oviposition, we evaluated the number of eggs at 24, 48 and 72 hours after the release of adults. Tests of non preference for feeding were performed with and without choice, using larvae of 12 days of age. Evaluations were performed at 1; 3; 5; 10; 30; 60; 120; 360; 720 and 1440 minutes after the release of the caterpillars, counting the number of individuals feeding on the genotype, and quantifying the end the experiment, the leaf mass consumed by genotype. It was found that the tomato genotypes evaluated did not show resistance type non preference for oviposition. Since PI 134417 showed resistance of the non-feeding preference. The antibiosis test, were performed 20 repetitions with 3 larvae each. The parameters were: duration and viability of larval and pupal, duration and survival of the caterpillars hatch to adult emergence (total), longevity of unfed adults, weight of pupae with 24 hours of age and ... (Complete abstract click electronic access below)

Descrição

Palavras-chave

Aphids, Insect-plant interaction, Lycopersicon esculentum, Tomato leafminer, Antibiosis, Non preference, Tomate, Relação inseto-planta, Traça-do-tomateiro, Antibiose

Como citar

BOTTEGA, Daline Benites. Resistência de genótipos de tomateiro ao ataque de Tuta absoluta (Meyrick, 1917) (Lepidoptera: Gelechiidae). 2010. vi, 48 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, 2010.