Seviço Social em cuidados paliativos oncológicos: atribuições e competências profissionais

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2022-03-11

Orientador

Sarreta, Fernanda de Oliveira

Coorientador

Pós-graduação

Serviço Social - FCHS

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Tese de doutorado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

O tema da pesquisa, o Serviço Social em cuidados paliativos oncológicos, é atual e relevante para a profissão e a área da saúde. A tese defendida parte do reconhecimento de que o Serviço Social é uma das profissões que integra a equipe de cuidados paliativos e possui um papel essencial, no entanto, a produção científica relacionada é escassa e esse estudo pode trazer novos conhecimentos para aprimorar a atuação profissional e o debate da categoria. Os cuidados paliativos são uma modalidade de atendimento que buscam oferecer atenção multiprofissional às pessoas com doenças que ameaçam a continuidade da vida, para que tenham o direito à qualidade de vida e de uma morte digna. A atuação da/do assistente social está seguindo as atribuições e competências profissionais e os princípios dos cuidados paliativos? A partir das inquietações provocadas por esse problema, o estudo teve como objetivo geral: analisar a realidade de atuação da/do assistente social na equipe de cuidados paliativos oncológicos, com referência nos princípios do Código de Ética Profissional. E, como objetivos decorrentes: desvendar os principais desafios éticos e técnicos decorrentes da atuação do/a assistente social nos cuidados paliativos oncológicos; compreender como é desenvolvido o trabalho da profissão na equipe de cuidados paliativos oncológicos; refletir sobre as atribuições específicas e as competências profissionais na equipe de cuidados paliativos oncológicos e, investigar se a categoria está atuando em consonância com os princípios dos cuidados paliativos. Trata-se de uma pesquisa qualitativa desenvolvida através do método do materialismo histórico-dialético, com revisão bibliográfica, estudo documental e coleta de dados em campo, com a técnica da entrevista semiestruturada e questionário. A escolha do cenário da pesquisa foi a Associação Brasileira de Assistência às Pessoas com Câncer, já que possui 9 (nove) unidades no país, tendo como universo o Serviço Social dessa instituição e participantes as/os assistentes sociais dessas equipes. O estudo está organizado em 5 (cinco) capítulos, apresenta a construção da pesquisa, contextualiza sócio historicamente os cuidados paliativos oncológicos, as políticas de saúde relacionadas e a trajetória do Serviço Social contemporâneo na saúde e na equipe de cuidados paliativos oncológicos. Os resultados evidenciam que há consonância entre a atuação profissional nos cuidados paliativos com os princípios do Código de Ética. Mostrou que a/o assistente social segue suas atribuições profissionais, porém apresenta algumas dificuldades para desempenhá-las. Constatou que precisa ampliar o debate da categoria profissional e publicações sobre o tema, inclusive desde a formação na graduação. Considera-se que a pesquisa pode subsidiar os problemas enfrentados na política de saúde, principalmente, para ampliar o debate da categoria profissional sobre a atuação na perspectiva do direito aos cuidados paliativos oncológicos.

Resumo (inglês)

The theme of the research, the Social Service in palliative cancer care, is current and relevant for the profession and the health area. The thesis defended part of the recognition that Social Work is one of the professions that integrates the palliative care team and has an essential role, however, the related scientific production is scarce and this study can bring new knowledge to improve professional performance and category debate. Palliative care is a modality of care that seeks to offer multiprofessional care to people with diseases that threaten the continuity of life, so that they have the right to quality of life and a dignified death. Is the work of the social worker following the professional attributions and competencies and the principles of palliative care? Based on the concerns caused by this problem, the general objective of the study is: to analyze the reality of the social worker's performance in the palliative care team, with reference to the principles of the Code of Professional Ethics. And, as resulting objectives: to unveil the main ethical and technical challenges arising from the performance of the social worker/social worker in palliative oncology care; understand how the work of the profession is developed in the palliative care team on cancer; reflect the specific attributions and professional competencies in the palliative care team and investigate whether the category is acting in line with the principles of palliative care. This is a qualitative research developed through the method of historical-dialectical materialism, with bibliographic review, documentary study and data collection in the field, with the semi-structured interview technique and questionnaire. The choice of the research scenario was the Brazilian Association of Assistance to People with Cancer, since it has 9 (nine) units in the country, having as its universe the Social Service of this institution and participants the social workers of these teams. The study is organized in 5 (five) chapters, presents the construction of the research, contextualizes socio historically oncologic palliative care, related health policies and the trajectory of contemporary Social Work in health and in the palliative care team on cancer. The results show that there is consonance of professional performance in palliative care with the principles of the Code of Ethics. It showed that the social worker follows his/her professional attributions, but presents some difficulties in computing them. It found that it needs to broaden the debate of the professional category and publications on the subject, including since graduation. It is considered that the research can support the problems faced in health policy, especially to broaden the debate of the professional category about the performance in the perspective of the right to palliative cancer care.

Resumo (espanhol)

El tema de la investigación, el Servicio Social en cuidados paliativos del cáncer, es actual y relevante para la profesión y el área de la salud. La tesis defendió parte del reconocimiento de que el Trabajo Social es una de las profesiones que integra el equipo de cuidados paliativos y tiene un papel esencial, sin embargo, la producción científica relacionada es escasa y este estudio puede aportar nuevos conocimientos para mejorar el desempeño profesional y el debate de categorías. Los cuidados paliativos son una modalidad de atención que busca ofrecer atención multiprofesional a personas con enfermedades que amenazan la continuidad de la vida, para que tengan derecho a la calidad de vida y a una muerte digna. ¿El trabajo del trabajador social sigue las atribuciones y competencias profesionales y los principios de los cuidados paliativos? A partir de las preocupaciones causadas por este problema, el objetivo general del estudio es: analizar la realidad del desempeño del trabajador social en el equipo de cuidados paliativos, con referencia a los principios del Código de Ética Profesional. Y, como objetivos resultantes: desvelar los principales retos éticos y técnicos derivados del desempeño del trabajador social/trabajador social en cuidados oncológicos paliativos; comprender cómo se desarrolla el trabajo de la profesión en el equipo de cuidados paliativos sobre el cáncer; reflejar las atribuciones específicas y las competencias profesionales en el equipo de cuidados paliativos e investigar si la categoría está actuando de acuerdo con los principios de los cuidados paliativos. Se trata de una investigación cualitativa desarrollada a través del método del materialismo histórico-dialéctico, con revisión bibliográfica, estudio documental y recolección de datos en campo, con la técnica de entrevista semiestructurada y cuestionario. La elección del escenario de investigación fue la Asociación Brasileña de Asistencia a Personas con Cáncer, ya que cuenta con 9 (nueve) unidades en el país, teniendo como universo el Servicio Social de esta institución y participantes los trabajadores sociales de estos equipos. El estudio está organizado en 5 (cinco) capítulos, presenta la construcción de la investigación, contextualiza los cuidados paliativos sociohistópicos, las políticas de salud relacionadas y la trayectoria del Trabajo Social contemporáneo en salud y en el equipo de cuidados paliativos sobre el cáncer. Los resultados muestran que existe una consonancia del desempeño profesional en cuidados paliativos con los principios del Código de Ética. Mostró que el trabajador social sigue sus atribuciones profesionales, pero presenta algunas dificultades para calcularlas. Concluyó que necesita ampliar el debate sobre la categoría profesional y las publicaciones sobre el tema, incluso desde la graduación. Se considera que la investigación puede apoyar los problemas que se enfrentan en la política de salud, especialmente para ampliar el debate de la categoría profesional sobre el desempeño en la perspectiva del derecho a los cuidados paliativos del cáncer.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Financiadores