Demanda energética na sessão de exercício resistido com características de hipertrofia e resistência muscular localizada

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2015-03-31

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

One of the strategies used to increase energy expenditure (EE) is the practice of resistance training (RT). Correctly handling the variables volume and intensity allows to optimize EE during RT sessions. The EE in RT is composed of two components: the aerobic, linked to oxygen consumption, and anaerobic, related to lactate accumulation. The purposes of this study were: a) to compare the acute effects of RT (hypertrophy vs. endurance) over total EE during two sessions of equal work; b) investigate and compare the participation of aerobic and anaerobic components during two RT sessions of equal work; c) check in which of the studied intensities lead to the highest concentration of lactate after the sessions; d) analyze the distribution of time (exercises and recovery) in RT sessions; e) examine which of the RT sessions studied causes the highest ratings of perceived exertion. Thirteen healthy adult men (( ̅ ± SE) age 27.08 ± 1.48 years; height 176.8 ± 1.83 cm; body mass 85.38 ± 2.95 kg; body fat 18.38 ± 1.51 %) participated in the study. Subjects performed eight resistance training exercises. To equate workload, the hypertrophy session involved performing 3 sets of 10 reps at 70% 1RM, while the endurance session involved performing 2 sets of 21 reps at 50% 1RM, followed by a 120 second rest period. EE was calculated as the sum of oxygen uptake (aerobic component) and lactate production (anaerobic component) that was calculated as the difference between resting and peak lactate values multiplied by body weight (kg), then by an equivalent of 3.3 ml of O2. During RT sessions there was significant difference in EE between the hypertrophy (70% 1RM) 372.0 ± 22.1 kcal and endurance (50% 1RM) 305.4 ± 13.6 kcal, p = 0.0002. The aerobic energy metabolism of the session accounted for 96.2% and 94.3% of energy demand in hypertrophy and endurance sessions, respectively. Statistical analysis after session, revealed a significant difference in ...
Uma das estratégias utilizadas para proporcionar ao organismo maior demanda energética (DE) é a prática de exercício resistido (ER). Ao manipular corretamente as variáveis volume e a intensidade é possível otimizar a DE durante as sessões de ER. A DE no ER é constituída de dois componentes: o aeróbio, vinculado ao consumo de oxigênio, e anaeróbio, relacionado ao acúmulo de lactato. Com o objetivo de: a) comparar os efeitos agudos da sessão de ER (hipertrofia x RML) sobre DE total durante duas sessões de volume equiparado; b) investigar e comparar a participação dos componentes aeróbio e anaeróbio durante duas sessões de ER, com o mesmo volume; c) verificar em qual das intensidades estudadas ocorre maior concentração de lactato após as sessões; d) analisar a distribuição do tempo (exercícios e recuperação) nas sessões de ER; e) examinar qual das sessões de ER estudadas provocam maior percepção subjetiva de esforço. Para este fim no presente estudo foram avaliados 13 voluntários, homens, saudáveis, com idade de ( ̅ ± EP) 27,08 ± 1,48 anos; estatura de 176,8 ± 1,83 cm; massa corporal 85,38 ± 2,95 kg; percentual de massa gorda (%G) 18,38 ± 1,51 % duas sessões de ER de volume equiparado com intensidade característica de hipertrofia (70% 1RM) e RML (50% 1RM) em oito exercícios com intervalo de recuperação de 120 segundos. Para determinação do componente aeróbio e anaeróbio foi avaliado o consumo de oxigênio durante as sessões e variação da lactacidemia (Δ lactato x Kg de massa corporal x 3,3 ml O2). Os valores da demanda energética total ( ̅ ± EP) das sessões de hipertrofia (70%) e RML (50%) foram 372,0 ± 22,1 kcal e 305,4 ± 13,6 kcal, respectivamente, p = 0,0002. O metabolismo energético aeróbio da sessão foi responsável por 96,2% e 94,3% da demanda energética nas sessões de hipertrofia e RML, respectivamente. Na análise estatística do momento pós-sessão, houve uma diferença...

Descrição

Palavras-chave

Physiology, Fisiologia, Musculação, Exercícios físicos, Oxigênio - Transporte fisiológico

Como citar

CAMPANHOLI NETO, Jose. Demanda energética na sessão de exercício resistido com características de hipertrofia e resistência muscular localizada. 2015. 118 f. Dissertação - (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Instituto de Biociências de Rio Claro, 2015.