A educação ambiental na educação infantil: tendências das produções acadêmicas de 2004-2014

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2017-02-23

Autores

Silva, Gabriella Pizzolante da [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Reconhecendo que a Educação Ambiental deve estar presente na Educação Infantil e que a pesquisa científica em educação contribui para a construção do pensamento educacional brasileiro, sendo que o conjunto de conhecimentos científicos produzidos influencia e direciona a prática pedagógica e o cotidiano nas instituições e, reconhecendo que a Educação Ambiental na Educação Infantil é uma área bastante recente e que necessita de mais estudos, indagamos: o que apresentam as recentes produções acadêmicas sobre a Educação Ambiental na Educação Infantil? Portanto, a presente dissertação tem como objetivo investigar as pesquisas acadêmicas que foram produzidas no contexto da pós- graduação em Educação e em outros espaços significativos para a área. Foram analisadas as produções acadêmicas brasileiras disponíveis no Banco de Teses da Capes e na Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações, Anped, EPEA e no periódico Pesquisa em Educação Ambiental, entre os anos de 2004 a 2014, que tiveram como foco a Educação Ambiental no contexto da Educação Infantil. A pesquisa foi desenvolvida numa abordagem qualitativa (BOGDAN; BIKLEN, 1994), a partir do procedimento metodológico da pesquisa bibliográfica e documental (MARIN et al, 2005). A análise dos dados foi realizada tendo por base o referencial teórico elaborado. Os temas oriundos das leituras das 14 produções acadêmicas selecionadas para análise foram divididos assim: a) criança, infância e Educação Infantil; b) Educação Ambiental; c) Educação Ambiental na Educação Infantil; d) tema investigado/objetivo; e) abordagem metodológica e f) conclusões. As principais tendências observadas na análise dos trabalhos selecionados para esta pesquisa indicam que há produções que apresentaram uma abordagem mais genérica, pois não trataram explicitamente da Educação Ambiental no contexto da Educação Infantil, produções que se dedicaram à temática da formação de professores e atuação docente na Educação Infantil e, produções em que as crianças são os sujeitos centrais. Dos trabalhos de pós-graduação selecionados, observamos que o número de teses encontradas é menor comparativamente ao número de dissertações de mestrado, a maioria dos trabalhos foi escrita por pesquisadoras mulheres e todos os trabalhos foram desenvolvidos a partir de opções metodológicas com abordagem qualitativa. Várias produções tiveram por objetivo identificar e discutir as concepções, representações ou percepções, principalmente dos professores, sobre o ambiente, a educação ambiental e também sobre as práticas pedagógicas que trazem como tema central questões ambientais, com destaque para quais recursos ou modalidades didáticas apresentam mais resultados positivos no processo de ensino-aprendizagem, principalmente desenvolvido a partir de projetos. Observamos, principalmente, a incidência do conceito das três dimensões propostas por Carvalho (2006): a dimensão dos conhecimentos, a da participação e cidadania, e a dos valores éticos e estéticos; e a incidência da fundamentação teórica da Educação Ambiental Crítica nessas produções. Há também produções que se basearam na concepção de desenvolvimento infantil, que discutiram a importância da mudança de comportamentos e das ações individuais e coletivas, e observamos que as produções buscam superar a visão de que as crianças são tábulas rasas, as reconhecendo enquanto sujeito social e de direitos.
Acknowledging that Environmental Education must be present in Early Childhood Education and that scientific research in education contributes to the construction of Brazilian education theory, and that the set of scientific knowledge produced influences and directs teaching practice and daily life in institutions, and recognizing that Environmental Education in Early Childhood Education is a very recent area which needs more studies, we ask: what do recent academic research about Environmental Education in Early Childhood Education show? Therefore, the present work aims to investigate academic research that were produced in post-graduation in education and in other contexts which are significant for the area. Brazilian academic productions available at Banco de Teses da Capes and at Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações, Anped, EPEA and at the periodic Pesquisa em Educação Ambiental were analyzed. The productions range from 2004 to 2014 and focus on Environmental Education in the context of Early Childhood Education. The present study was developed in a qualitative approach (BOGDAN and BIKLEN, 1994), based on the methodological procedure of bibliographical and documentary research (MARIN et al, 2005). The analysis of the data was made based on the theoretical framework elaborated. The themes from the 14 academic productions selected for analysis were divided a priori: a) child, childhood and Early Childhood Education; b) Environmental Education; c) Environmental Education in Early Childhood Education; d) Subject matter / objective; e) methodological approach and f) conclusions. The main trends observed in the analysis of the selected papers for this research indicate that there are productions that presented a more generic approach, since they did not explicitly address Environmental Education in the context of Early Childhood Education, productions that were dedicated to the theme of teacher training and teaching in Early Childhood Education, and productions in which children are the main subjects. Considering the selected postgraduate studies, we observed that the number of theses found is smaller compared to the number of master's dissertations, in addition to the fact that most of the studies were written by female researchers, and were developed using methodological options with a qualitative approach. Several productions aimed to identify and discuss the conceptions, representations or perceptions, mainly of teachers, about the environment, environmental education and about the pedagogical practices that bring environmental issues as a central theme, highlighting which resources or didactic modalities present the most positive results in the teaching-learning process, mainly developed from projects. We noted the incidence of the concept of the three dimensions proposed by Carvalho (2006): the dimension of knowledge, political participation, and ethical and aesthetic values. The incidence of the theoretical foundation of Critical Environmental Education in these productions was also noteworthy. There are some productions that were based on the conception of children's development, which discussed the importance of behavior change and individual and collective actions. We observed that these productions seek to overcome the view that children are shallow boards, recognizing them as social and legal subjects.

Descrição

Palavras-chave

Educação infantil, Educação ambiental, Produções acadêmicas, Early childhood education, Environmental education, Academic productions

Como citar