Co-digestão de batata doce com dejetos de bovinos leiteiros: uma avaliação técnica e econômica para produção de energia e biofertlizante

dc.contributor.advisorLucas Junior, Jorge de [UNESP]
dc.contributor.advisorSantos, David Ferreira Lopes [UNESP]
dc.contributor.authorMontoro, Stela Basso [UNESP]
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.date.accessioned2017-03-10T16:34:22Z
dc.date.available2017-03-10T16:34:22Z
dc.date.issued2017-01-25
dc.description.abstractA tecnologia de biodigestão anaeróbia desperta interesse, por apresentar vantagens como a geração de energia elétrica, a redução da poluição dos recursos hídricos, do solo e do ar, com a produção de biogás e biofertilizante; produtos de elevado valor agregado à atividade agropecuária. Objetivou-se avaliar, tecnicamente e economicamente, o efeito da co-digestão de tubérculos de batata doce, com dejetos de bovinos leiteiros confinados, em relação aos potenciais de produção e qualidade do biogás e do biofertilizante, utilizando-se biodigestores de regime semicontínuo. O experimento foi dividido em duas etapas, ensaio de biodigestão anaeróbia e análise de viabilidade econômica. A primeira etapa teve duração de seis meses avaliando-se a inclusão de diferentes quantidades de batata doce (0%, 20%, 30%, 40%, 50%) em relação ao dejeto. Foram abastecidos 20 biodigestores sendo cinco tratamentos com quatro repetições. Para análise dos dados considerou-se um delineamento inteiramente casualizado, utilizando-se o programa Sigmaplot 12.0 com nível de significância de 5%. Na segunda etapa foram definidos os gastos e as receitas geradas com a implantação de biodigestores para cinco cenários estimados, cada qual, com 200 bovinos leiteiros, sendo os dejetos gerados por esses, co-digeridos com diferentes porcentagens de batata doce (0%, 20%, 30%, 40% e 50%). Por meio das técnicas do fluxo de caixa descontado, Valor Presente Líquido, Taxa Interna de Retorno, Payback descontado e Índice de lucratividade analisaram-se os dados econômicos. A adição da batata doce em biodigestores com dejetos de bovinos leiteiros aumentou linearmente a produção de biogás e metano na medida que se aumentaram as proporções de batata doce. As concentrações de metano ficaram entre 63% e 65,5% caracterizando o biogás obtido como de boa qualidade. As concentrações de nitrogênio encontradas no biofertilizante aumentaram em proporção ao aumento de batata doce adicionada, já as concentrações de P e K não variaram significativamente. Os estudos econômicos demonstraram ser viáveis para os cinco cenários analisados, os quais apresentaram VPLs de R$897.017,77; R$1.083.956,73; R$1.254.701,19; R$1.629.734,10 e R$1.949.051,26, respectivamente para cada cenário e períodos de retorno do capital de dois a três anos.pt
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
dc.identifier.aleph000881656
dc.identifier.capes33004064021P7
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/148956
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
dc.subjectBiodigestorespt
dc.subjectBiogáspt
dc.subjectEnergia renovávelpt
dc.subjectAnálise de investimentospt
dc.titleCo-digestão de batata doce com dejetos de bovinos leiteiros: uma avaliação técnica e econômica para produção de energia e biofertlizantept
dc.title.alternativeAnaerobic codigestion of sweet potato and dairy cattle: a technical and economical evaluation for the energy and biofertilizer productionen
dc.typeDissertação de mestrado
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Ciências Agronômicas, Botucatupt
unesp.embargoOnlinept
unesp.graduateProgramAgronomia (Energia na Agricultura) - FCApt
unesp.knowledgeAreaAgriculturapt
unesp.researchAreaTratamento e manejo de resíduos agropecuários.pt

Arquivos

Pacote Original
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
montoro_sb_me_bot.pdf
Tamanho:
1.04 MB
Formato:
Adobe Portable Document Format
Descrição:
Licença do Pacote
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Nenhuma Miniatura disponível
Nome:
license.txt
Tamanho:
3.04 KB
Formato:
Item-specific license agreed upon to submission
Descrição: