Ergonomia odontológica: fator indutor de saúde e educação para acadêmicos de odontologia

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2009-02-20

Autores

Diniz, Diego Garcia [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

A literatura tem sustentado a associação entre a postura de atendimento clínico do cirurgiãodentista com a ocorrência de distúrbios osteomusculares relacionados ao trabalho (DORT). Fato esse que vem gerando danos a saúde, queda de produtividade além do encerramento prematuro da carreira. A ergonomia é uma ciência que vem progredindo na área odontológica interferindo beneficamente nessas situações. A FDI (Federation Dentaire Internacionale) em parceria com a ISO (International Standards Organization) são organizações que tem promovido uma reestruturação para a padronização das rotinas de trabalho odontológico organizadas por normativas e diretrizes ergonômicas visando à otimização do trabalho e conseqüentemente mais saúde, conforto e segurança aos profissionais de saúde bucal. O objetivo deste trabalho foi analisar o nível de conhecimento sobre os requisitos posturais de ergonomia odontológica e a posição de trabalho durante atendimento clínico dos formandos da faculdade de odontologia de Araçatuba-Unesp. Oito requisitos posturais presentes no projeto Norma ISO/TC 106/SC 6 N 411 foram reproduzidos, fotografados e analisados para que se desenvolvesse um teste de percepção visual (TPV). Posteriormente realizaram-se tomadas fotográficas durante o atendimento clínico odontológico de 69 alunos participantes. Após essa etapa, os acadêmicos foram submetidos ao TPV. Observou-se 65,7% de respostas corretas quanto a essa última avaliação sendo que 55,1% dos alunos ficaram situados numa faixa “satisfatória”. Em relação à análise fotográfica dos atendimentos clínicos verificou-se 35% situações em acordo com os requisitos ergonômicos com apenas 14,5% dos estudantes acima de um nível considerado “ruim” ou “regular”. Concluiu-se que o grau de conhecimento dos alunos sobre as posturas ergonômicas odontológicas...
A distinct body of literature supports the association between clinical postures of the dental practitioner and work related musculoskeletal disorders (WRMD). This fact comes generating damages to health, decline in productivity beyond premature closure of the career. The ergonomics is a science that comes progressing in the dentistry intervening beneficially with these situations. The FDI (Federation Dentaire International) in partnership with the ISO (International Standards Organization) are organizations that have promoted a restructuring for the standardization of the work dental routines organized by ergonomic standards and guidelines aiming to optimize the work and consequently better health, comfort and safety to the dental professionals. The objective of this work was to analyze the knowledge level about the postures requirements of the dental ergonomics and the work position during dental practice of the graduates students of Dental School of Araçatuba, Paulista State University, UNESP. Eight posture requirements presents in the project Norm ISO/TC 106/SC N 411 had been reproduced, photographed and analyzed so that a test of visual perception was developed (TVP). Subsequently, the dental cares performed by 69 students participating in the research were photographed. After this stage, the students were submitted to TVP In this latest survey were observed 65.7% correct answers with 55.1% of students were located in a level satisfactory. For photographic analysis of clinical care there have been 193 (35%) cases in accordance with the ergonomics requirements with only 14.5% of students above a level considered bad or regular. It was concluded that the degree of knowledge of students on dental ergonomic posture is not reflected in the implementation of the requirements for clinical practice. It’s relevant search the motives of the difficulties encountered... (Complete abstract click electronic access below)

Descrição

Palavras-chave

Ergonomia, Odontologia, Doenças profissionais, Engenharia humana, Estudantes de odontologia, Human engineering, Dentistry, Students, Dental, Occupational diseases

Como citar

DINIZ, Diego Garcia. Ergonomia odontológica: fator indutor de saúde e educação para acadêmicos de odontologia. 2009. 103 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Odontologia de Araçatuba, 2009.