Influência da atividade física sobre o risco de quedas e o equilíbrio em pacientes com doença de Parkinson

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2009

Autores

Salles, Alline Castello [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

A doença de Parkinson (DP) é uma doença neurodegenerativa que afeta principalmente o controle motor com reflexos negativos no desempenho funcional de seus pacientes. Alterações no equilíbrio podem levar à diminuição da independência e funcionalidade. Alguns estudos evidenciam os benefícios do exercício físico, como alternativa nãofarmacológica para esses pacientes. Objetivo: O presente trabalho analisou e comparou os efeitos de dois programas de atividade física sobre o risco de quedas e o equilíbrio funcional em pacientes com doença de Parkinson. O presente estudo também teve como objetivo verificar a associação entre as variáveis clínicas e comportamentais. Método: Participaram do estudo 30 pacientes com DP idiopática entre os estágios I a III na escala de estagiamento clínico de Hoehn & Yahr, sendo distribuídos em três grupos: grupo de treinamento com pesos (GTP), atividade física generalizada (GAFG) e o grupo controle (GC). O período de intervenção para o GTP e o GAFG foi de quatro meses. As avaliações foram realizadas com os participantes na fase “on” da medicação. Para avaliar o equilíbrio dinâmico juntamente com o risco de quedas foi utilizado o teste Timed Up and Go (TUG) e, para analisar o risco de quedas foi utilizada a Escala de Equilíbrio Funcional de Berg (EEFB). As avaliações clínicas foram realizadas por meio da Unified Parkinson’s Disease Rating Scale (sub-escalas funcional e motora), escala de nível de gravidade da doença de Hohen & Yahr e Mini-Exame do Estado Mental (MEEM). O teste U de Mann-Whitney foi utilizado para comparação das variáveis analisadas entre os três grupos separadamente por momento do treinamento. Resultados: Apenas em relação à EEFB foram encontradas diferenças significativas entre os grupos, com pior desempenho para o grupo controle (GC). Conclusão: Foi possível observar que: os pacientes... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo)

Descrição

Palavras-chave

Educação fisica, Educação física adaptada

Como citar

SALLES, Alline Castello. Influência da atividade física sobre o risco de quedas e o equilíbrio em pacientes com doença de Parkinson. 2009. 53 f. Trabalho de conclusão de curso (licenciatura - Educação Física) - Universidade Estadual Paulista, Instituto de Biociências de Rio Claro, 2009.