Vulnerabilidade ambiental e disponibilidade hídrica da Bacia do Rio Paraíba do Sul (Corredor Sudeste da Mata Atlântica Brasileira)

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2023-09-20

Autores

de Mendonça, Gislaine Costa [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

RESUMO - O estudo da pressão em ecossistemas naturais é importante para determinar métricas que identifiquem o impacto de uma atividade antropogênica sobre o meio e a disponibilidade dos serviços ecossistêmicos. Esta pesquisa tem como objetivo verificar a vulnerabilidade ambiental, os conflitos de uso do solo e calcular a disponibilidade hídrica da Bacia do Rio Paraíba do Sul, no Corredor Sudeste da Mata Atlântica Brasileira, como suporte a identificação de áreas prioritárias para a implementação de planos de manejo específico e recomposição florestal. O aporte teórico-metodológico desta pesquisa será desenvolvido por técnicas de sensoriamento remoto, sistema de informação geográfica e levantamento de dados de geologia, solo, topografia, uso e cobertura natural do solo, vazão e clima. Também será realizada a divisão hidrogeológica da bacia hidrográfica a partir da modelagem hidrológica, para a determinação das variáveis de paisagem (uso do solo), clima (precipitação, temperatura do ar, radiação solar, velocidade do vento e umidade relativa do ar), geomorfologia e a topografia em escala de sub-bacias. E estimativa a disponibilidade hídrica nas sub-bacias será calculadas a partir das descargas líquidas nos exutórios dos cursos de água de cada sub-bacias de estudo. A partir do processo estatístico de álgebra de mapas e análise hierárquica de processos serão realizadas comparações pareadas dos fatores para criar uma matriz de razão que irão determinar a vulnerabilidade ambiental e os conflitos de uso do solo nas sub-bacias. As variáveis serão comparadas para definir sua importância relativa, para a hierarquização de áreas prioritárias e para determinar métricas que possam ser utilizadas como sistema de suporte na elaboração de um plano de reflorestamento e manejo na Bacia do Vale do Paraíba.
The study of pressure on natural ecosystems is important to determine details that identify the impact of an anthropogenic activity on the environment and the availability of ecosystem services. This research aims to verify the environmental vulnerability, land use conflicts and calculate the water availability of the Paraiba do Sul River Basin, in the Southeast Corridor of the Brazilian Atlantic Forest, as a support to the identification of priority areas for the implementation of plans of specific management and forest recomposition. The theoretical-methodological contribution of this research will be developed by remote sensing techniques, geographic information system and data collection of geology, soil, topography, land use and natural cover, flow and climate. The hydrogeological division of the watershed will also be carried out based on hydrological modeling, for the determination of landscape variables (land use), climate (precipitation, air temperature, solar radiation, wind speed and relative humidity), geomorphology and topography at sub-basin scale. The estimate of water availability in the sub-basins will be calculated from the liquid discharges in the outlets of the watercourses of each sub-basins under study. From the statistical process of map algebra and hierarchical analysis of processes, paired comparisons of the factors will be carried out to create a ratio matrix that will determine the environmental vulnerability and land use conflicts in the sub-basins. The variables will be compared to define their relative importance, to rank priority areas and to determine metrics that can be used as a support system in the elaboration of a reforestation and management plan in the Vale do Paraiba Basin.

Descrição

Palavras-chave

Bacias hidrográficas, Modelagem de paisagem, Serviços ambientais, Agroecossistema, Agua conservação

Como citar