As polêmicas faces do Ensino Médio

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2013-07-29

Autores

Ferreira Lopes Paiva, Camila [UNESP]
Silva, Joyce Mary Adam de Paula e [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Este artigo discute os problemas enfrentados pelo Ensino Médio, como a dicotomia entre trabalho e formação propedêutica, juntamente com a evasão escolar, que é ainda alarmante. Para contribuir com a discussão, foram utilizadas as concepções de Gramsci (1985) sobre a escola unitária, que oferece a formação propedêutica a todos os cidadãos para a função de dirigente. A superação da dicotomia e da evasão escolar, especificamente no Ensino Médio, ao contrário do que muitos pensam, implica na substituição dessa sociedade meritocrática e individualista, na qual o sujeito é totalmente responsabilizado pelo seu sucesso e pelo seu fracasso; por uma sociedade, na qual todos os bens materiais e culturais estejam disponíveis a todos os cidadãos. Logo, a solução não está em medidas remediáveis, como o governo tem proposto, pois os problemas têm raízes mais profundas do que imaginamos. Diante disso, constatamos que a escola sozinha não fará a mudança revolucionária na sociedade, no entanto, a revolução não se fará sem a escola. Não há como superar essa sociedade alienada com ações persistentemente alienadas.

Descrição

Palavras-chave

Educação, Ensino Médio, Educação Profissional, Evasão escolar

Como citar

Educação: Teoria e Prática, v. 23, n. 43, 2013, p. 44-61.

Coleções