Comparison of leaf morphology and anatomy among Malva sylvestris (gerânio-aromático), Pelargonium graveolens (falsa-malva) and Pelargonium odoratissimum (gerânio-de-cheiro)

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2013-01-01

Autores

Romitelli, I. [UNESP]
Martins, M.B.G. [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Malva sylvestris é comumente confundida com Pelargonium graveolens e Pelargonium odoratissimum devido às semelhanças na morfologia foliar. As folhas de M. sylvestris possuem antocianinas com propriedades citotóxicas, antiinflamatória, antitumoral e antioxidante já comprovadas cientificamente. As folhas de P. odoratissimum apresentam óleo essencial com propriedades antibacteriana e espasmolítica, e o óleo essencial da folha de P. graveolens possui atividade antimicrobiana e antifúngica. O objetivo deste estudo foi analisar morfo-anatomicamente as folhas destas espécies, apontando diferenças que possam ser utilizadas para esclarecer controvérsias na sua utilização como planta medicinal. Com a finalidade de se comparar anatomicamente a estrutura de cada planta, as amostras foram observadas por Microscopia de Luz e Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV). A anatomia foliar entre as espécies foi bem distinta. Malva sylvestris apresentou tricomas do tipo capitado, estrelado e tector, além de drusas e células mucilaginosas. A distinção entre P. graveolens e P. odoratissimum foi observada em relação aos tricomas. Ambas as espécies apresentaram tricomas glandulares e tectores, sendo que P. graveolens se diferencia pela maior altura dos tricomas tectores e menor quantidade destes em relação ao P. odoratissimum. Este trabalho permitiu constatar diferenças anatômicas, auxiliando na taxonomia e classificação entre estas espécies.
Malva sylvestris is generally confused with Pelargonium graveolens and Pelargonium odoratissimum due to similarities in their leaf morphology. The leaves of M. sylvestris have anthocyanins with scientifically proven cytotoxic, anti-inflammatory, antitumor and antioxidant properties. The leaves of P. odoratissimum have essential oil with antibacterial and spasmolytic properties, while the essential oil from P. graveolens has antimicrobial and antifungal activity. The aim of this study was to morpho-anatomically analyze the leaves of these species, indicating differences that can be used to clarify controversies about their use as medicinal plants. To anatomically compare the structure of each plant, samples were observed by Light Microscopy and Scanning Electron Microscopy (SEM). Leaf anatomy among species was quite different. Malva sylvestris showed capitate starry tector trichomes, as well as druses and mucilaginous cells. P. graveolens and P. odoratissimum differed as to trichomes. Both species had tector and glandular trichomes, and P. graveolens is distinguished for the greater height of tector trichomes and less quantity of the latter relative to P. odoratissimum. This study allowed the detection of anatomical differences, assisting in the taxonomy and classification of these species.

Descrição

Palavras-chave

anatomia foliar, Malva sylvestris, Pelargonium graveolens, Pelargonium odoratissimum, plantas medicinais, leaf anatomy, Malva sylvestris, Pelargonium graveolens, Pelargonium odoratissimum, medicinal plants

Como citar

Revista Brasileira de Plantas Medicinais. UNESP, v. 15, n. 1, p. 91-97, 2013.

Coleções