Estudo epidemiológico das fraturas nasais dos pacientes atendidos pelo serviço da CTBM - FOA Unesp dos anos de 2006 a 2011

dc.contributor.advisorAranega, Alessandra Marcondes [UNESP]
dc.contributor.advisorBassi, Ana Paula Farnezi [UNESP]
dc.contributor.authorMedeiros, João Antônio Silva [UNESP]
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.date.accessioned2017-03-14T14:46:55Z
dc.date.available2017-03-14T14:46:55Z
dc.date.issued2013-09-13
dc.description.abstractThe maxillofacial's skeleton injuries represent a large percentage in emergency care. The nasal fractures have the highest incidence among facial traumas ranging from 39% to 50%. The objective of this study was to make an epidemiological study of nasal fractures in Araçatuba - São Paulo, from January 2006 to December 2011, treated at the Maxillofacial Surgery - FOA / UNESP. The highest frequency of nasal fractures are in males, about 70% of cases, and the largest etiologic agent was violence, 24.3%. In this period, 1245 facial trauma were treated, 490 (39.35%) of them representing fracture of the nasal bones. In 2006 there were 144 cases of nasal fractures. In 2007 the number of patients with nasal fractures dropped to 99 patients, and in 2008 and 2009 they ranged between 77 and 115. In early 2010 there was a reduction of over 70% compared to 2009 following 2010 with 24 cases, and 2011 with 31 patients with nasal fracture. This reduction on the number of fractures is due to a public policy, decreased of alcohol intake associated with driving and public safetyen
dc.description.abstractAs injúrias ao esqueleto maxilofacial representam uma grande porcentagem nos atendimentos emergenciais. As fraturas nasais possuem maior incidência dentre os traumas faciais podendo variar de 39% a 50%. O objetivo deste trabalho foi realizar um estudo epidemiológico das fraturas nasais na região de Araçatuba, no estado de São Paulo, no período de janeiro de 2006 a dezembro de 2011, atendidos pelo Serviço de Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial - FOA/UNESP. No período avaliado, foram atendidos 1245 atendimentos de traumas faciais, sendo 490 (39,35%) destes, representando fratura dos ossos nasais. A maior freqüência das fraturas nasais encontra-se no sexo masculino com cerca de 70% dos casos, sendo a agressão física o maior agente etiológico com 24.3%. No ano de 2006 houve 144 casos de fraturas nasais, em 2007 o numero de pacientes com fraturas nasais caiu para 99 pacientes, nos anos de 2008 e 2009 variou entre 77 e 115 pacientes com fratura nasal, já na virada pro ano de 2010 houve uma redução de mais de 70% em relação ao ano de 2009, seguindo 2010 com 24 casos e 2011 com 31 pacientes com fratura nasal. Diante dos resultados obtidos, essa redução deve-se a uma política pública, diminuição da ingestão de bebidas alcoólicas associada à direção e segurança públicapt
dc.format.extent28 f.
dc.identifier.aleph000856959
dc.identifier.citationMEDEIROS, João Antônio Silva. Estudo epidemiológico das fraturas nasais dos pacientes atendidos pelo serviço da CTBM - FOA Unesp dos anos de 2006 a 2011. 2013. 28 f. Trabalho de conclusão de curso (bacharelado - Odontologia) - Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho, Faculdade de Odontologia de Araçatuba, 2013.
dc.identifier.filehttp://www.athena.biblioteca.unesp.br/exlibris/bd/capelo/2017-01-27/000856959.pdf
dc.identifier.lattes6636749858940359
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/149498
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
dc.sourceAleph
dc.subjectFerimentos e lesõespt
dc.subjectOsso nasalpt
dc.subjectPrevalênciapt
dc.subjectWounds and injuriespt
dc.titleEstudo epidemiológico das fraturas nasais dos pacientes atendidos pelo serviço da CTBM - FOA Unesp dos anos de 2006 a 2011pt
dc.typeTrabalho de conclusão de curso
unesp.advisor.lattes6636749858940359
unesp.advisor.lattes8729832671690181[2]
unesp.advisor.orcid0000-0001-5856-7972
unesp.advisor.orcid0000-0002-0031-4953[2]
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Odontologia, Araçatubapt
unesp.undergraduateOdontologia - FOApt

Arquivos

Pacote Original
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
000856959.pdf
Tamanho:
434.16 KB
Formato:
Adobe Portable Document Format