Sintomas de deficiências de macronutrientes em melancia

dc.contributor.advisorCecílio Filho, Arthur Bernardes [UNESP]
dc.contributor.authorCosta, Leonardo Correia [UNESP]
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.date.accessioned2015-10-06T13:02:58Z
dc.date.available2015-10-06T13:02:58Z
dc.date.issued2015-02-23
dc.description.abstractThe culture of watermelon is a cucurbit of economic and social importance in Brazil, however, still has inadequate management of lime and fertilizers, which can trigger nutritional disorders. Thus, the objective was to omit the macronutrients in the begin fruiting describe, portray the evolution of the symptoms of deficiencies in watermelon and determine the leaf macronutrient content of the organ in which it was displayed the causative symptom of deficiency. The experiment was conducted in a greenhouse at Universidade Estadual Paulista (UNESP), Jaboticabal /SP. We used the hydroponic system nutrient film technique. The treatments were: complete nutrient solution and omissions of each of the macronutrient. With the omission of nutrients in plants in begin fruiting, symptoms of N and Ca deficiencies were the first to be observed. Nitrogen deficiency causes cessation of growth, inhibition of lateral branches, general chlorosis and necrosis in old leaves. With the omission of P deficiency symptoms initially occur in old leaves with chlorotic and wrinkled areas, which subsequently progress to necrosis. The K deficiency causes symptoms of deficiency in older leaves, which begins with marginal chlorosis, progressing to the entire limb and later evolving to necrosis. With Ca deficiency, the new leaves are deformed, with chlorosis and marginal necrosis, curved edges down, thick leaf blade, wrinkled and necrosis in meristems. The omission of Mg initially causes symptoms of deficiency in older leaves with internerval chlorosis, whitish necrotic points with irregular contour, tissue death, thick reticulated and edges of curved sheets up. The N, P, K, Ca and Mg in the leaf and on the occasion of deficiency are are 9.7; 1.4; 7.1; 1.8 to 1.8 g kg-1, respectivelyen
dc.description.abstractA cultura da melancia é uma cucurbitácea de importância econômica e social no Brasil, porém, ainda apresenta manejo inadequado de corretivos e fertilizantes, o que pode desencadear desordens nutricionais. Assim, objetivou-se omitir os macronutrientes no início da frutificação descrever, retratar a evolução dos sintomas de deficiências em melancieira e determinar o teor foliar do macronutriente no órgão em que foi visualizado o sintoma causador da deficiência. O experimento foi instalado em casa de vegetação, na Universidade Estadual Paulista (UNESP), em Jaboticabal/SP. Foi empregado o sistema hidropônico nutrient film technique. Os tratamentos avaliados foram: solução nutritiva completa e omissões de cada um dos macronutrientes. Com a omissão de nutrientes em plantas em início da frutificação, os sintomas de deficiências N e Ca foram os primeiros a serem observados. A deficiência de N causa cessação do crescimento, inibição de hastes laterais, clorose generalizada e necrose em folhas velhas. Com a omissão de P, os sintomas de deficiência ocorrem inicialmente em folhas velhas, com áreas cloróticas e enrugadas, que posteriormente progridem para necrose. A deficiência de K causa sintomas de deficiência em folhas velhas, que começa com clorose marginal, progredindo para todo o limbo e posteriormente evoluindo para necrose. Com a deficiência de Ca, as folhas novas ficam deformadas, com clorose e necrose marginal, margens encurvadas para baixo, limbo foliar grosso, enrugado e com necrose nos meristemas. A omissão de Mg inicialmente provoca sintomas de deficiência em folhas velhas com clorose internerval, pontuações esbranquiçadas e necróticas com contorno irregulares, morte de tecidos, reticulado grosso e margens das folhas encurvada para cima. Os teores de N, P, K, Ca e Mg na folha e por ocasião de deficiência são 9,7; 1,4; 7,1; 1,8 e 1,8 g kg-1, respectivamentept
dc.format.extentiii, 37 p.
dc.identifier.aleph000849252
dc.identifier.capes33004102071P2
dc.identifier.citationCOSTA, Leonardo Correia. Sintomas de deficiências de macronutrientes em melancia. 2015. iii, 37 p. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias de Jaboticabal, 2015.
dc.identifier.filehttp://www.athena.biblioteca.unesp.br/exlibris/bd/cathedra/17-09-2015/000849252.pdf
dc.identifier.lattes2938155685114592
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/128035
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
dc.sourceAleph
dc.subjectMelanciapt
dc.subjectDoenças de carencia em plantaspt
dc.subjectMinerais na nutrição de plantaspt
dc.subjectPlantas - Nutriçãopt
dc.subjectPlantas - Analisept
dc.subjectPlantspt
dc.titleSintomas de deficiências de macronutrientes em melanciapt
dc.typeDissertação de mestrado
unesp.advisor.lattes2938155685114592[1]
unesp.advisor.orcid0000-0002-6706-5496[1]
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Jaboticabalpt
unesp.graduateProgramAgronomia (Ciência do Solo) - FCAVpt
unesp.knowledgeAreaCiência do solopt
unesp.researchAreaNutrição de plantaspt

Arquivos

Pacote Original
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
000849252.pdf
Tamanho:
913.01 KB
Formato:
Adobe Portable Document Format