Comunicação interna como meio de engajamento: estudo de caso Ambev Bauru

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2018-12-05

Autores

Prado, Victória Nardy Leme do [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

The rise of globalization has profoundly changed the dynamics of the organization, and with the increase of the competition due to the wide diversity of the market, it has demanded an adjustment in labor relations. The Internal Communication has gained prominence in this scenario, being one of the driving factors to reach interest among the others, through construction of new means that will stimulate engagement, motivation, quality of life, and feelings, such as belonging. The communication ceases to be just a tool, to become a strategic means between the organization and its public, bringing together and increasingly positive image for the market, and better productive results. In this way, the employee becomes more valued and his/her well-being a priority, through the actions of the company that seeks to recognize and motivate them, increasing their engagement. The Internal Communication receives this role aligning expectations and paths with the organization, designing an advantageous possibility for both sides, since they are dependent. This research seeks to analyze how the Internal Communication participates in the engagement of the internal public, and how this can affect the vision and disposition that the employees have in it. Thus, for a better understanding, the scenario of a multinational was analyzed, Ambev, that despite having global campaigns, it is understood that local actions of communication affect more its internal public. Using, among other means participatory research, it understood how small actions can change the organizational environment, effectively improving engagement, and demonstrated gaps with a probability of improvement at Ambev
A ascensão da globalização mudou intensamente a dinâmica das organizações, que com um aumento da concorrência devido à grande diversidade do mercado, passou a exigir alterações nas relações de trabalho. A Comunicação Interna ganhou destaque nesse cenário, sendo ela um dos fatores impulsionadores para alcançar o interesse dentre as demais, através da construção de meios que estimulem o engajamento, motivação, qualidade de vida e sentimentos como o de pertencimento. A comunicação deixa de ser apenas uma ferramenta, passando a ser o meio estratégico entre a organização e seu público, levando junto disso uma imagem cada vez mais positiva para o mercado, e melhores resultados, produtivos, para ela. Desta forma, o funcionário passa a ser cada vez mais valorizado e seu bem-estar priorizado, por meio de ações que buscam reconhece-lo e motiva-lo, aumentando o seu engajamento. A comunicação interna recebe esse papel, de alinhar as expectativas e caminhos dele com o da organização, traçando possibilidade vantajosa para ambos os lados, uma vez que eles são dependentes. Esta pesquisa busca analisar como a Comunicação Interna participa do engajamento do público interno, e como este pode afetar a visão e disposição que os funcionários possuem nela. Assim, para uma melhor compreensão foi analisado o cenário de uma multinacional, a Ambev, que apesar de possuir campanhas globais, entende-se que as ações locais de comunicação são as que afetam mais seu público interno. Utilizando, dentre outros meios, a pesquisa participativa, compreendeu como pequenas ações podem mudar o clima organizacional, melhorando efetivamente o engajamento, e demonstrou lacunas com probabilidade de melhoras na Ambev

Descrição

Palavras-chave

Comunicação, Bebidas - Indústria - Bauru, Motivação, Fábricas, Communication

Como citar

PRADO, Victória Nardy Leme do. Comunicação interna como meio de engajamento: estudo de caso Ambev Bauru. 2018. 50 f. Trabalho de conclusão de curso (bacharelado - Comunicação Social-Relações Públicas) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação, 2018.