Diversidade de anfibios da floresta com Araucária

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2010-02-26

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

O primeiro passo para a conservação de anfíbios de uma determinada área é promover o conhecimento sobre a composição e a distribuição das espécies. O rápido declínio nas populações de várias espécies de anuros ao redor do mundo ressalta a necessidade e urgência no conhecimento da anurofauna, especialmente em regiões pouco amostradas, caso da Floresta com Araucária (FOM). Os objetivos do presente estudo foram: sintetizar o conhecimento sobre a diversidade de anfíbios registrados na FOM do sul do Brasil; aumentar o conhecimento sobre a distribuição geográfica de algumas espécies; inventariar e comparar a diversidade de anuros, nas fases larval e adulta, em habitats florestais e campos associados em dois estágios distintos de conservação (preservado e alterado); detectar possíveis variações sazonais no período reprodutivo das espécies; e comparar a composição de espécies de FOM com três ecossistemas adjacentes. Um total de 129 espécies foi levantado, sendo 103 registradas nas áreas amostras e o restante em registros secundários de museus. Dessas, 13 espécies são endêmicas da FOM. Por meio de comparações morfológicas e do canto de anúncio, 18 espécies foram confirmadas como não descritas. Além disso, pôde-se ampliar significativamente o conhecimento da distribuição geográfica de oito espécies de anfíbios anuros: Ischnocnema henselii, Dendropsophus anceps, D. nahdereri, Scinax granulatus, Trachycephalus dibernardoi, Pseudis cardosoi, Leptodactylus araucaria e L. nanus. Alguns destes registros representam avanços nas análises taxonômicas para FOM, por exemplo: Ischnocnema henselii é uma espécie críptica e algumas populações até o momento eram confundidas no Paraná com I. guentheri; Trachycephalus dibernardoi era identificada como T. imitatrix e Leptodactylus nanus como L. marmoratus. Na comparação entre os habitats inseridos...
The first step in amphibian conservation of an area is to improve the knowledge about the species composition and distribution. The fast decrease in several anurans species worldwide highlights the urgency of knowledge about this faunal group, meanly in less studied regions, like the Brazilian Araucaria forest. Our aim is to synthesize the knowledge about the amphibian diversity recorded on Araucaria forest in Southern Brazil; to improve the knowledge about the geographic distribution of anurans species; to survey and compare the diversity of adults and tadpoles between preserved and disturbed forests and associated “campos” habitats (natural associated open areas recovered by herbaceous plants); to check for seasonal variations in the species reproductive periods; and to compare the Araucaria forest anuran species composition with other three adjacent ecosystems. We found records of 129 species occurring in Araucaria forest ecosystem, with 103 registered during the field survey and the remaining registered consulting specimens of scientific collections. A total of 13 species are endemic to this ecosystem. Comparisons of morphology and bioacoustics confirmed that 18 species, registered during field research, are not described yet. Moreover, we improved the knowledge on geographical distribution of eight species: Ischnocnema henselii, Dendropsophus anceps, D. nahdereri, Scinax granulatus, Trachycephalus dibernardoi, Pseudis cardosoi, Leptodactylus araucaria e L. nanus. Some of this records represent advances on taxonomic identification, for exemple: Ischnocnema henseli is a cryptic species and some of its populations were so far confused with I. guentheri in Paraná state; we also found that Trachycephalus dibernardoi was misidentified as T. imitatrix and Leptodactylus nanus as L. marmoratus. Comparing the preserved and disturbed forest remnants, we found differences... (Complete abstract click electronic access below)

Descrição

Palavras-chave

Ecologia animal, Anfíbio, Anuro, Biodiversidade, Floresta com Araucária, Diversidade biológica, Animal ecology, Biological diversity

Como citar

CONTE, Carlos Eduardo. Diversidade de anfibios da floresta com Araucária. 2010. 118 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas, 2010.