Avaliação da densidade vascular pelo CD-34 no carcimona ductal in situ da mama comparando os tipos comedo e não comedo

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2006-12-18

Autores

Machado, Flávio Amorim [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Em nosso estudo avaliamos a densidade vascular pelo CD-34 no carcinoma ductal in situ da mama comparando os tipos comedo e não comedo. Foram selecionados 52 casos de CDIS divididos em dois grupos, segundo o tipo histológico. Grupo A: 30 casos tipo comedo e Grupo B: 22 casos tipo não comedo. Os subtipos histológicos encontrados no grupo B foram: cribriforme, papilífero, sólido e micropapilífero. A média de idade do grupo A foi de 52,7 e de 61,9 para o grupo B. As pacientes avaliadas foram tratadas cirurgicamente pela mastectomia ou setorectomia. A densidade vascular média foi calculada, para cada caso, em área de tecido mamário normal e em área de CDIS, pela média de vasos contados em três campos de microscopia ôptica com aumento de 200X. Para a contagem dos microvasos foi aplicada a reação imunohistoquímica com marcador de endotélio CD-34. A densidade vascular média foi classificada como baixa ou alta, tendo como ponto de corte a Médiana, que foi de 15,3 para o grupo com CDIS e 7 para o grupo com tecido mamário normal. Valores encontrados abaixo ou acima das Medianas foram considerados como baixa ou alta densidade vascular, respectivamente. A análise estatística utilizou a análise de variância para o cálculo da variável densidade vascular média e a análise de perfil para a contagem de vasos. O nível de significância utilizado foi de 5%. Houve diferença com significância estatística da média da densidade vascular média quando comparamos a área de tecido mamário normal com a área de carcinoma ductal in situ nos grupos A e B. Também houve diferença com significância estatística quando comparamos a média da densidade vascular média entre os grupos A e B em área de tecido mamário apresentando carcinoma ductal in situ. No grupo A, a média da densidade vascular média foi maior que no grupo B.
Our study evaluated vascular density by CD34 in breast ductal carcinoma in situ comparing comedo and non-comedo types. Fifty two CDIS cases were divided into two groups according to histological type. Group A: 30 comedo type cases, and Group B: 22 non-comedo cases. The histological subtypes found in Group B were: cribriform, papilliferous, solid, and micropapilliferous. The mean age of Group A was 52.7 and Group B was 61.9. Patients were surgically treated by mastectomy or sectorectomy. Mean vascular density was calculated for each case, in normal mammary tissue area and CDIS area by mean number vessels from three optical microscope fields at 200X. Endotheliai CD-34 marker immunohistochemical reaction was used to count micro-vesseis. Mean vascular density was classified as 10w or high with the Médian as cut-off point which was 15.3 for the CDIS group and 7 for the normal mammary tissue group. Values below or above the Médians were considered as 10w or high vascular density respectively. Analysis of Variance was used to calculate mean vascular density and profile analysis for vessel counts. A significance levei of 5% was used. There was significant difference in mean vascular density between normal mammary tissue area and area with in situ ductal carcinoma in Groups A & B. There was also significant difference in mean vascular density between Groups A & B for areas with in situ ductal carcinoma. Group A mean vascular density was higher than Group B. There was no significant difference in mean vascular density between histological subtypes in Group B.

Descrição

Palavras-chave

Mamas - Cancer

Como citar

MACHADO, Flávio Amorim. Avaliação da densidade vascular pelo CD-34 no carcimona ductal in situ da mama comparando os tipos comedo e não comedo. 2006. 107 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Medicina de Botucatu, 2006.