Parâmetros de produção de Chrysomya megacephala (Fabr., 1794) (Diptera: Calliphoridae) em dietas e densidades larvais, com vistas à alimentação animal

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2013-02-21

Autores

Aguirre-Gil, Oniel Jeremías [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

O objetivo do trabalho foi gerar informações sobre alguns parâmetros biológicos de Chrysomya megacephala sob diferentes situações, como tipos de dietas, densidades larvais e quantidades de dietas. Foi adotado um delineamento fatorial de 4x3x3 (4 tipos de dietas, 3 densidades larvais e 3 quantidades de dietas). Estas informações são importantes para o planejamento da produção comercial de larvas, como alternativa na alimentação de peixes, rãs e pássaros. O incremento da porcentagem de farelo de arroz nos tipos de dietas prolongou a duração do período larval, além da diminuição na viabilidade larval e no peso total médio de larvas. No parâmetro densidade larval, a duração do período larval foi relativamente estável, a maior viabilidade larval foi atingida pela densidade de 5 larvas/g de dieta e o maior peso total médio de larvas foi obtido na densidade de 10 larvas/g de dieta. O incremento das quantidades de dietas provoca estabilização da duração do período larval e da viabilidade larval, além da diminuição constante do peso total médio de larvas. Na análise de interação de fatores, os parâmetros biológicos estudados apresentam a mesma tendência encontrada nos tipos de dietas indicando diminuição da duração do período larval e peso total médio de larval com aumento da viabilidade larval conforme incrementam as densidades larvais e quantidades de dietas. No geral, os parâmetros biológicos estudados são afetados pelo incremento da porcentagem de farelo de arroz na dietas mesmo nas diferentes densidades larvais e quantidades de dietas.
The objective was to get information about larval period, larval viability and total weight of larvae rearing on different situations, such as diet, larval densities and quantities of diet. Foi adotado um delineamento fatorial de 4x3x3 (4 tipos de dietas, 3 densidades larvais e 3 quantidades de dietas). It was used a factorial design 4x3x3 (4 diets, 3 larval densities and 3 quantities of diets). These information are important in the planning of larval production, as alternative food of animals, like fish, frogs and birds. The increase of percentage of rice ban increased the duration of larval period, and decreased the larval viability and the average total weight of larvae. In the larval densities, the duration of larval period was stable; the major viability was reached in the larval density of 5 larvae/g of diet and the major average total weight of larvae was in 10 larvae/g of diet. The increase in the quantity of diet, promoted stabilization in the duration of larval period and larval viability, and the constant decrease of the average total weight of larvae. In the analyses of factorial interaction, the biological parameters in study showed the same trend found in the diets suggesting decrease of the duration of larval period and average total weight with increase of larval viability when increase the larval densities and quantities of diets. In general, the biological parameters are affected for the increase in the percentage of rice ban in the diets, even in different larval densities and quantities of diets.

Descrição

Palavras-chave

Mosca-varejeira, Larva, Arroz como ração, Larvae

Como citar

AGUIRRE-GIL, Oniel Jeremías. Parâmetros de produção de Chrysomya megacephala (Fabr., 1794) (Diptera: Calliphoridae) em dietas e densidades larvais, com vistas à alimentação animal. 2013. v, 75 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias de Jaboticabal, 2013.