A demarcação platônica de novas fronteiras epistêmicas para o discurso filosófico: um estudo sobre o sofista

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2001-01-01

Autores

Santos, Maria Carolina Alves dos [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp), Departamento de Filosofia

Resumo

No Sofista, mediante os circuitos do procedimento ontológico-binário das divisões dialéticas, Platão busca não somente chegar à verdade das coisas em si, mas, também, a sua correta expressão. A superação das aporias relativas à natureza da linguagem por um tratamento metódico rigoroso, que minimiza suas limitações e inadvertências e a instala numa dimensão transcendente, entre os gêneros do Ser, assegura-lhe o estatuto de discurso filosófico, capaz de dizer aquilo que é como ele é.
In the Sophist, through the circuits of the ontological-binary procedure of the dialectial divisions, Plato tries to arrive not only at the truth of the things in themselves, but also rigorous methodic treatment, which minimizes its limitations and inadvertences, and locates it in a transcendent dimension, among the types of Being, secures to it the status of philosophical discourse, capable of saying that which is, as it is.

Descrição

Palavras-chave

Filosofia antiga, Platão, linguagem, metafísica, Ancient Philosophy, Plato, language, metaphysics

Como citar

Trans/Form/Ação. Universidade Estadual Paulista, Departamento de Filosofia , v. 24, n. 1, p. 273-299, 2001.