A natureza e a relação sociedade-natureza na memória de velhas professoras

dc.contributor.advisorCavalari, Rosa Maria Feiteiro [UNESP]
dc.contributor.authorMercadante, Marilu [UNESP]
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.date.accessioned2014-06-11T19:24:20Z
dc.date.available2014-06-11T19:24:20Z
dc.date.issued2009-08-19
dc.description.abstractEsta pesquisa tem como objetivo identificar, a partir da memória de velhas professoras, as concepções de natureza e de relação sociedade-natureza presentes nos depoimentos de velhas professoras da rede pública estadual de uma cidade do interior do estado de São Paulo, nas décadas de 1960 e 1970. Acreditamos que entender como determinada sociedade “torna a natureza presente” Bornheim (1985), é fundamental para a superação dos impasses gerados pela problemática ambiental. Para a realização deste trabalho, optou-se pela metodologia da história oral e constatou-se, por meio das leituras das narrativas, que as professoras entrevistadas “tornam a natureza presente” por meio de diferentes concepções. A natureza como “tudo o que existe”, como “vida”, uma concepção “religiosa” de natureza, a natureza como a “grande provedora de recursos naturais”, a natureza como “universo”, “como mãe de todas as coisas” e a natureza como aquela que “tudo recicla” são as concepções de natureza presentes nos depoimentos coletados. Várias professoras consideraram, ainda, a natureza como aquela que pode “dar respostas” e “reagir” às ações desmedidas do homem. Além disso, a natureza apareceu como aquela que deve ser preservada, pois disso depende a manutenção da nossa própria vida. No que diz respeito à relação sociedade-natureza, evidencia-se a relação conflituosa que se estabelece entre o homem e a natureza. Pode-se afirmar que, no geral, o homem foi apresentado como sendo o grande vilão, como aquele que destrói a natureza, sendo caracterizado pelas professoras, entre outras coisas, de ruim, malvado, ganancioso e ignorante. Tentar compreender como a natureza e a relação sociedade-natureza se fazem presentes na memória dessas velhas professoras permite repensar como essa relação tem sido tratada atualmente no âmbito escolar.pt
dc.description.abstractThis research has the objective to identify from the remembrance of old teachers the nature conceptions and nature society relation presented into the old teachers attests from the state public schools from a city in the country of São Paulo in 60’s and 70’s. We believe that understanding as a certain society becomes a present nature Bornheim (1985) is essential to the overcoming from the conflicts generated by the environmental problematic. To the realization of this work, it was chosen the methodology of the oral history and it was found that for the reading from the narratives that the interviewed teachers make the nature presented by different conceptions. The nature as “all that exists”, as “life”, a “religious” conception of nature, the nature as the “big provider of natural resources”, the nature as “universe”, “as the mother of all things”, and the nature as one “that recycles all” are the conceptions of nature present in the collected attests. Several teachers considered, yet, the nature as one that can give answers and reacts to the men’s undue actions. Besides, the nature came on as one that must be preserved, because the maintenance of our own life depends on this. According to the nature society relation, it is noticeable the conflicted relation that is established between the man and the nature. It can be affirmed, in general, that man was presented as being the big guilty, as the one who destroys the nature, being characterized by the teachers among other things, as bad, mean, greedy and ignorant. Trying to understand how the nature and the nature society relation are present in the remembrance of these old masters, allow us to think again how this relation has been currently dealt in the scholar environment.en
dc.format.extent222 f. : il., tabs., quadros
dc.identifier.aleph000597655
dc.identifier.capes33004137064P2
dc.identifier.citationMERCADANTE, Marilu. A natureza e a relação sociedade-natureza na memória de velhas professoras. 2009. 222 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Instituto de Biociências de Rio Claro, 2009.
dc.identifier.filemercadante_m_me_rcla.pdf
dc.identifier.lattes7967929210514075
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/90190
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
dc.sourceAleph
dc.subjectEducação ambientalpt
dc.subjectMemoriapt
dc.subjectMemória de velhospt
dc.subjectConcepções de naturezapt
dc.subjectRelação sociedade-naturezapt
dc.subjectConceptions of natureen
dc.subjectNature society relationen
dc.subjectElderly’s remembranceen
dc.titleA natureza e a relação sociedade-natureza na memória de velhas professoraspt
dc.typeDissertação de mestrado
unesp.author.lattes7967929210514075
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (Unesp), Instituto de Biociências, Rio Claropt
unesp.graduateProgramEducação - IBRCpt
unesp.knowledgeAreaEducaçãopt
unesp.researchAreaTemática ambiental e o processo educativo: concepções e práticaspt

Arquivos

Pacote Original
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
mercadante_m_me_rcla.pdf
Tamanho:
3.6 MB
Formato:
Adobe Portable Document Format