A educação ambiental na perspectiva filosófica de Hans Jonas: por uma ética do cuidado e da responsabilidade escolar em Moçambique

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2020-09-18

Autores

Mungulume, Manuel João [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Este trabalho tem como objetivo principal contribuir com uma Filosofia da Educação na perspectiva de Hans Jonas, filósofo alemão que se preocupou em diagnosticar os perigos decorrentes do agir humano. As formulações de Jonas contêm grandes potencialidades para defender a natureza que está sendo ameaçada pelo uso desenfreado da técnica, assim é necessária uma ética de responsabilidade para medir, mediar e orientar as ações humanas. É nessa perspectiva que o presente trabalho se insere e pretende ser desenvolvido a partir de uma realidade em degradação, como é o meio ambiente em Moçambique. E de maneira a trazer conceitos e a pensar sobre práticas em educação ambiental nas escolas, que este trabalho se propõe a dialogar entre professor e aluno na sala de aula, suscitando a pergunta chave na mente dos alunos: ―Como a educação pode contribuir para a construção de uma sociedade justa e sustentável em Moçambique? Os procedimentos metodológicos serão delineados a partir de pesquisas bibliográficas e documentais, desenvolvidas através do levantamento e da análise dos assuntos que abordam sobre a temática em destaque, tendo como base principal a obra prima de Hans Jonas, O princípio de responsabilidade: ensaio de uma ética para a civilização tecnológica (2006). Neste contexto, espera-se que as práticas pedagógicas sejam desenvolvidas a fim de ajudar os alunos a construírem uma consciência ética e global sobre o meio ambiente e, assim, assumirem posições que proteja o meio ambiente. Espera-se ainda nesta dissertação que a Educação Ambiental seja considerada e contemplada como parte importante nos conteúdos educacionais em Moçambique; em todos os níveis de ensino-aprendizagem, visto que este conteúdo ainda enfrenta deficiências, e não é pensado e discutido de forma ativa e constante na sala de aula.
This work has as main objective to contribute with a Philosophy of Education in the perspective of Hans Jonas, German philosopher who was concerned with diagnosing the dangers arising from human action. Jonas' formulations have great potential to defend the nature that is being threatened by the unbridled use of the technique, so an ethics of responsibility is needed to measure, mediate and guide human actions. It is in this perspective that the present work is inserted and intends to be developed from a reality in degradation, as is the environment in Mozambique. And in order to bring concepts and to think about environmental education practices in schools, this work proposes to dialogue between teacher and student in the classroom, raising the key question in the students' mind: ―How can education contribute to the building a fair and sustainable society in Mozambique? The methodological procedures will be outlined based on bibliographic and documentary research, developed through the survey and analysis of the subjects that address the highlighted theme, having as main base the Hans Jonas masterpiece, The principle of responsibility: an ethics test for technological civilization (2006). In this context, it is expected that pedagogical practices will be developed in order to help students build an ethical and global awareness about the environment and, thus, take positions that protect the environment. It is also expected in this dissertation that Environmental Education is considered and contemplated as an important part of educational content in Mozambique; at all levels of teaching and learning, as this content still faces deficiencies, and is not actively thought and discussed in the classroom.

Descrição

Palavras-chave

Filosofia da educação, Currículo escolar, Ética ambiental, Hans Jonas, Moçambique, Philosophy of education, School curriculum, Environmental ethics, Mozambique

Como citar