Estrutura da comunidade de aves em um fragmento florestal no interior do Estado de São Paulo, Brasil

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2011-04-20

Autores

Maciel, Fernanda de Góes [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

A fragmentação das florestas tem sido apontada como a principal causa do declínio da biodiversidade mundial, principalmente por acarretar a alteração da heterogeneidade e a redução de hábitat, que podem levar ao desaparecimento local de espécies. Neste contexto, o presente estudo teve como objetivo analisar a estrutura da comunidade de aves através dos levantamentos qualitativo e quantitativo em um fragmento florestal (566 ha) no interior paulista. O levantamento qualitativo foi realizado por meio de caminhadas no fragmento e áreas adjacentes. Para o levantamento quantitativo foi utilizada a metodologia de contagem por pontos de escuta com distância ilimitada. Foram registradas 206 espécies de aves de setembro de 2008 a outubro de 2009. A lista indicou a presença de três espécies ameaçadas no Estado de São Paulo, 11 espécies endêmicas de Mata Atlântica e duas de Cerrado. A freqüência de ocorrência indicou que a maioria das espécies foi registrada em até 50% das visitas a campo. Os resultados do índice pontual de abundância (IPA) indicam um padrão já conhecido, no qual a maioria das espécies apresenta abundância relativa de baixa a média e poucas espécies ocorrem em abundância relativa alta. O índice de diversidade (H’ = 3,53) encontra-se dentro dos padrões observados em outros levantamentos. A distribuição das categorias alimentares seguiu o padrão para matas da região tropical, com maior porcentagem de aves insetívoras. A presença de aves especialistas, como insetívoros do estrato intermediário e vertical, e frugívoros de grande porte do estrato superior representam um bom indicativo da qualidade ambiental do fragmento florestal. Os resultados apontam a importância do fragmento para a conservação da biodiversidade local
Forest fragmentation has been pointed as the main cause of world-wide biodiversity decline mainly for causing the alteration of the heterogeneity and the reduction of the habitat can leads to the local disappearance of species. In this context, the present study had as objective to examine the structure of bird communities through the qualitative and quantitative survey of a forest fragment (566 ha) in São Paulo state. The qualitative survey was made by walking in the fragment and adjacent areas. For the quantitative survey we used the point counts with unlimited distance methodology. A total of 206 species were observed between September 2008 and October 2009. The species list indicates three threatened in the state, 11 considered endemics of Atlantic forest and two endemics of Cerrado. Most species were registered until 50% of the visit to the area. Observing the abundance index values (IPA) we realize that there are few species with a high IPA and a large number of species with intermediate and low rates. The diversity index (H = 3,53) is inside of the standards observed in other surveys. The food categories are inside of standard for bushes the tropical region, with bigger percentage of birds insectivorous. The presence of specialists birds as the ones understory and vertical insectivorous and big canopy frugivorus represents a good indicative of the environmental quality of the forest fragment. Results show these fragment importance to the conservation of local biodiversity

Descrição

Palavras-chave

Ave - Comportamento

Como citar

MACIEL, Fernanda de Góes. Estrutura da comunidade de aves em um fragmento florestal no interior do Estado de São Paulo, Brasil. 2011. 49 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Instituto de Biociências de Botucatu, 2011.