Níveis de energia líquida em dietas com proteína bruta reduzida para suínos pesados

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2017-03-02

Autores

Fracaroli, Cintia [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

O objetivo dessa dissertação foi estudar níveis de energia líquida (EL) para suínos pesados em dietas com proteína bruta (PB) reduzida. O primeiro passo foi realizar uma revisão de literatura para compreender as características e demandas do suíno pesado, e como o uso da formulação com base em EL e PB reduzida contribui para uma nutrição de maior precisão. Um estudo foi realizado para investigar o efeito de diferentes níveis de EL em dietas com PB reduzida, suplementada com aminoácidos, sobre comportamento alimentar, desempenho e características de carcaça de suínos pesados (100 a 130 kg). Os suínos foram distribuídos aleatoriamente em blocos ao acaso, utilizando o peso inicial como critério, com 5 tratamentos (níveis EL: 2300, 2388, 2475, 2563 e 2650 kcal EL/kg) e 13 animais por tratamento, sendo o animal a unidade experimental. As dietas foram à base de milho, farelo de soja e farelo de trigo. Os níveis de PB foram semelhantes entre as dietas e aproximadamente 2% abaixo da exigência (13,9%). Os suínos foram pesados no início e no final do experimento. Os sistemas de alimentação automáticos registraram as visitas aos comedouros, a duração das refeições e a quantidade de alimento consumido por refeição. Com base nestes registros, calcularam-se os parâmetros de desempenho e de comportamento alimentar. No final do experimento, os suínos foram abatidos para avaliação da carcaça. Os níveis de energia líquida não afetaram o consumo médio diário de ração (P>0,05), contudo, influenciaram o comportamento alimentar dos suínos. Os suínos alimentados com as dietas de 2388, 2475 e 2563 kcal EL/kg apresentaram menos (P<0,05) refeições diárias do que os alimentados com as de 2300 e 2650 kcal EL/kg. Assim, estes animais ocuparam os comedouros menos tempo diariamente (P<0,05) em comparação àqueles alimentados com 2300 e 2650 kcal EL/kg dietas. O consumo médio diário de EL aumentou linearmente (P<0,01) com o aumento da EL, porém, o ganho médio diário de peso não diferiu (P>0,05) entre os tratamentos. Foi observado efeito quadrático (P<0,01) para a eficiência alimentar em função dos níveis crescentes de EL. A eficiência alimentar observada para o tratamento com 2563 kcal de EL/kg não diferiu (P>0,05) da observada para os tratamentos com 2388 e 2475 kcal EL/kg, mas foi 9% maior (P<0,05) em relação à apresentada pelos tratamentos com 2300 e 2650 kcal EL/kg. Aumentando-se a EL da dieta de 2300 para 2650 kcal EL/kg não foram constatadas diferenças (P>0,05) para profundidade de lombo e área de olho de lombo. Entretanto, observou-se efeito linear (P<0,01) no rendimento de carcaça quente e tendência para efeito quadrático (P<0,10) para peso de carcaça quente, espessura de toucinho e percentual de carne na carcaça resfriada. Dentre os níveis de EL estudados em dietas práticas com PB reduzida para suínos pesados, os níveis de 2388, 2475 e 2563 kcal EL/kg apresentaram os melhores resultados, uma vez que os suínos demonstraram menor tempo de ocupação diário do comedouro e melhor eficiência alimentar.
The aim of this dissertation was to study net energy levels for heavy pigs in diets with reduced crude protein. The first step was to perform a literature review to understand the characteristics and demands of heavy pig and how the use of the formulation based on liquid energy and reduced crude protein contributes to a more accurate nutrition. A study was carried out to investigate the effect of different net energy (NE) levels on diets with reduced crude protein (CP), supplemented with amino acids, on feed behavior, performance and carcass characteristics of heavy pigs (100 to 130 kg). Pigs were randomly allotted to a randomized complete block, using initial body weight as the blocking criterion, with 5 treatments (NE levels: 2300, 2388, 2475, 2563 and 2650 Kcal NE/kg), and 13 pigs per treatment, being the animal the experimental unit. The diets were based on corn, soybean meal and wheat bran. CP levels were similar between diets and approximately 2% below the requirement (13.9%). Pigs were weighed at the beginning and end of the experiment. Electronic feeder systems automatically recorded the visits to the feeder, the time of the meals, and the amount of feed consumed per meal. Based on these recorded, data daily feed intake and feeding behavior were calculated. At the end of the experiment, the pigs were slaughtered for carcass evaluation. Net energy levels did not affect the average daily feed intake (P> 0.05), but they influenced the feeding behavior of the pigs. The pigs fed the 2388, 2475 and 2563 kcal NE/ kg diets had less (P <0.05) daily meals than those fed the 2300 and 2650 kcal NE/kg diets. Thus, these animals occupied the feeders less time daily (P <0.05) compared to those fed the 2300 and 2650 kcal NE/kg diets. Average daily NE intake increased linearly (P <0.01) with increasing NE, however, average daily gain did not differ (P> 0.05) between treatments. There was a quadratic effect (P <0.01) for feed efficiency with increasing NE levels. The feed efficiency of pigs fed 2563 kcal NE/kg diet did not differ (P> 0.05) from the 2388 and 2475 kcal NE/kg treatments, but it was 9% higher (P <0.05) than the 2300 and 2650 kcal NE/kg treatments. Furthermore, loin depth and loin eye area did not change significantly (P> 0.05) when NE levels increased from 2300 to 2650 kcal NE/kg in the diets. However, a linear effect (P <0.01) was observed on hot carcass yield and a trend to a quadratic effect (P <0.10) on hot carcass weight, backfat thickness and lean percentage. Among the studied levels, 2388, 2475 and 2563 kcal NE/kg showed the best results for reduced CP diets fed to heavy pigs, since the pigs occupied the feeders less time and had better feed efficiency.

Descrição

Palavras-chave

Carcaça, Comportamento Alimentar, Eficiência Alimentar, Gordura, Carcass, Feeding behavior, Feed efficiency, Fat

Como citar