Influência do distúrbio mineral e ósseo na ocorrência e progressão da calcificação vascular em pacientes em diálise crônica

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2015-06-21

Autores

Castro, João Henrique [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Cardiovascular disease is the main cause of death in patients with chronic kidney disease (CKD) in hemodialysis and vascular calcification (VC) is common in this population. The main objective of this study was to evaluate the association of markers of mineral and disorder on the presence and progression of VC in a cohort of dialysis patients. Secondarily, it was intended to identify associations between clinical, laboratory and body composition markers with the presence and progression of VC. There were included patients aged over 18 years on chronic dialysis for more than 90 days. The patients were submitted to bone biopsy at the beginning of the follow-up and histomorphometric data analyzed. To investigate VC a sum of radiological scores of Kauppila and Adragão were obtained in two occasions: at the beginning of the follow-up and after 12 months. In addition, clinical, hormonal, inflammatory, biochemical and nutritional evaluation were performed. Results: Sixty patients completed the study; 41.7% were female, 43.4% diabetics, and the average age was 56.7 years (range 25 to 89 years). At the beginning of the follow-up, 75% of the patients showed VC and its progression was observed in 56.8%. At multivariate analysis, age > 60 years (Odds ratio = 50.2, 95% CI=4.1-618.4, p=0.002), FGF23>3000 Ru/mL (Odds ratio = 5.7, 95% CI=1.00-329, p=0.05), and fetuin A>673 g/l (Odds ratio = 7.34, 95% CI=1.26-43.7, p=0.03) were associated with VC. As for the VC progression, the association was shown to age>60 years old (Odds ratio = 4.3, 95% CI=1.003-18.5, p=0.049), fetuin A> 673 g/l (Odds ratio = 6.4, 95% CI = 1.47-27.9, p=0.01), and the non-use of statins (Odds ratio = 5.6, 95% CI=1.13-28.1, p=0.03). It was not possible to show the association with bone turnover markers and the histomorphometric findings both in diagnosis and progression of VC. In conclusion, the present study reinforces the role of aging, the FGF23 level and the statin protection in ...
A doença cardiovascular é a principal causa de mortalidade nos pacientes com doença renal crônica (DRC) em programa de hemodiálise e a calcificação vascular (CV) é comum nesta população. O principal objetivo deste estudo foi avaliar a associação de marcadores do metabolismo mineral e ósseo com a presença e progressão da CV em uma coorte de pacientes em diálise; secundariamente, objetivou identificar as associações clínicas, laboratoriais e da composição corporal sobre a presença e progressão da CV. Foram incluídos maiores de 18 anos em diálise crônica há mais de 90 dias. Os pacientes foram submetidos à biópsia óssea no início do seguimento e analisados dados de histomorfometria. Para investigar CV foi utilizada a somatória dos índices radiológicos de Kauppila e Adragão em dois momentos, no início, coincidindo com a realização da biópsia óssea e após 12 meses. Além da investigação para CV foram realizadas avaliações clínicas, hormonais, inflamatórias, bioquímicas e nutricionais. Resultados: 60 pacientes completaram o estudo, 41,7 % do sexo feminino, 43,4% diabéticos, média de idade de 56 anos, variação de 25 a 89 anos. No seguimento, 75% dos pacientes apresentavam CV e a progressão ocorreu em 56,86%. Na análise multivariada, a idade > 60 anos (Odds ratio=50.2, 95%CI= 4.1-618,4, p=0.002), FGF23 > 3000 Ru/ml (Odds ratio=5.7, 95%IC= 1,00-329, p=0.05), e fetuína A >673 μ/l (Odds ratio=7.34, 95%CI= 1,26-43,7, p=0.03) estiveram associados com a CV. Para progressão da CV, a associação foi mostrada para idade > 60 anos (Odds ratio=4.3, 95%CI= 1.003-18.5, p=0.049), fetuína A >673 μ/l (Odds ratio=6.4, 95%CI= 1.47-27.9, p=0.01), e o não uso de estatinas (Odds ratio=5.6, 95%CI= 1.13-28.1, p=0.03). Não foi possível mostrar associações com os marcadores da remodelação óssea ou com os parâmetros achados de histomorfometria tanto no diagnostico como na progressão da CV. Conclusão: O presente...

Descrição

Palavras-chave

Rins - Doenças, Rins - Calcificação, Insuficiência renal crônica, Dialise, Calcificação vascular, Disturbios do metabolismo, Vascular calcification, Dialysis

Como citar

CASTRO, João Henrique. Influência do distúrbio mineral e ósseo na ocorrência e progressão da calcificação vascular em pacientes em diálise crônica. 2015. 78 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho, Faculdade de Medicina de Botucatu, 2015.