Dois gritos de liberdade: êxito e derrota nos levantes separatistas de Cuba e Porto Rico

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2021-12-01

Autores

Batistella, Igor Henrique

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Impactadas por muitas crises e desencantos políticos, em 1868, as colônias espanholas de Cuba e Porto Rico tornaram-se o epicentro de duas revoltas independentistas. Distanciadas por uma questão de dias, as sublevações inicialmente apresentaram numerosas semelhanças entre si, porém, as direções completamente opostas de seus resultados manifestaram-se ao testemunhar o relativo sucesso do levante cubano, dando origem a uma longa guerra com até dez anos de duração, em contraste com a repressão imediata do equivalente porto-riquenho. Pouco exploradas pela historiografia especializada, as causas de tamanha disparidade permanecem, até hoje, muito imprecisas e obscuras. Foi apoiando-se nesta ausência, que esta pesquisa se dedicou a examinar, comparativamente, os registros legados por ambos os eventos, visando entender em que circunstâncias eles operaram e quais foram os elementos determinantes para a decisão daqueles desfechos.
Impacted by many crises and political disenchantment, in 1868 the Spanish colonies of Cuba and Puerto Rico became the epicenter of two independence revolts. Distant by a matter of days, the uprisings initially showed numerous similarities to each other, but the completely opposite directions of their results manifested themselves in witnessing the relative success of the Cuban uprising, giving rise to a long war lasting up to ten years, in contrast to the immediate repression of the Puerto Rican equivalent. Little explored by specialized historiography, the causes of such disparity remain, to this day, very imprecise and obscure. Based on this absence, this research was dedicated to examining, comparatively, the records bequeathed by both events, aiming to understand under what circumstances they operated and what were the determining elements for the decision of those outcomes
Impactadas por muchas crisis y desencantos políticos, en 1868, las colonias españolas de Cuba y Puerto Rico se convirtieron en el epicentro de dos revueltas independentistas. Distantes por unos días, los levantamientos inicialmente mostraron numerosas similitudes entre sí, pero las direcciones completamente opuestas de sus resultados se manifestaron al presenciar el relativo éxito del levantamiento cubano, dando lugar a una larga guerra que duró hasta diez años, en contraste con la represión inmediata del equivalente puertorriqueño. Poco exploradas por la historiografía especializada, las causas de tal disparidad siguen siendo, hasta el día de hoy, muy imprecisas y oscuras. A partir de esta ausencia, esta investigación se dedicó a examinar, comparativamente, los registros legados por ambos eventos, con el objetivo de comprender en qué circunstancias operaron y cuáles fueron los elementos determinantes para la decisión de esos resultados.

Descrição

Palavras-chave

Separatismo, Cuba, Porto Rico, Grito de Lares, Grito de Yara, Separatism, Cry of Lares, Cry of Yara

Como citar