Gênero e sexualidade: vivências e concepções de jovens universitários/as de cursos de psicologia da cidade de São Paulo

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2021-05-04

Autores

Cano, Marina Tedeschi [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Torna-se cada vez mais necessária a ampliação do debate e das lutas contra as desigualdades sexuais e de gênero, bem como o desenvolvimento de estudos e discussões sobre os significados atribuídos à feminilidade, à masculinidade e aos conceitos de gênero e sexualidade em diversos contextos formativos, o que inclui as instituições de Ensino Superior. Questões como as desigualdades de gênero e os altos índices de violência contra mulheres cisgênero pessoas transexuais e homossexuais demandam que o assunto seja debatido no âmbito acadêmico e que a categorização e a naturalização dos gêneros, nos diversos espaços sociais, sejam problematizadas. Partindo de um olhar crítico em relação aos modelos rígidos e generalizantes de comportamento e de instituições, as vivências universitárias participam também da constituição das concepções de sexualidade e gênero de estudantes de graduação, assim como de suas vivências da sexualidade e relações de gênero estabelecidas. O objetivo deste trabalho consistiu em investigar as percepções de um grupo de universitários/as, do último ano do curso de Psicologia, oriundos de instituições privadas de Ensino Superior da cidade de São Paulo, sobre gênero e sexualidade e os tratamentos dados a essas questões ao longo de suas formações em Psicologia. A presente investigação foi realizada a partir de uma abordagem qualitativa, pela possibilidade de se trabalhar com questões que não podem ser quantificadas. Utilizou-se, para coleta de dados, a entrevista semiestruturada e os/as entrevistados/as foram escolhidos/as a partir da divulgação da pesquisa através de pessoas do círculo social da pesquisadora, sendo cinco mulheres e cinco homens. O método de análise dos dados foi a Análise Temática. proposta por Maria Cecília de Souza Minayo. Notou-se a escassez de disciplinas, espaços para debates e informações sobre gênero e sexualidade no contexto universitário; o silenciamento das instituições frente às questões de gênero e sexualidade e às mudanças que acontecem, nas vivências de gênero e sexualidade, com a entrada na graduação. Ressalta-se a importância do papel das instituições de Ensino Superior na formação de profissionais que lidam com público diverso e que devem lutar para que o preconceito e as violências sejam enfrentados.
It has been increasingly necessary to expand the debate and struggles against sexual and gender inequalities, as well as the development of important discussions on the attributed meanings to femininity, masculinity, gender and sexuality concepts among young university students, as Higher Education institutions have not been offering enough space for this to happen. Issues such as gender inequalities and high levels of violence against cisgender women, transgender and homosexual people demand that the issue ought to be debated in the academic field and that gender categorization and naturalization in different social spaces should be problematized. Starting from a critical perspective in relation to the rigid and generalizing models of behavior and institutions, university experiences also participate in the constitution of undergraduate students' concepts of sexuality and gender, as well as their experiences of sexuality and established gender relations. The objective of this work was to investigate the perceptions of a group from last year Psychology university students, studying in private higher education institutions in the city of São Paulo, about gender and sexuality and the treatments given to these issues over their Psychology studies. The present investigation was carried out from a qualitative approach, due to the possibility of working with questions that cannot be quantified. The semi-structured interview was used for data collection and the interviewees were chosen from the research dissemination through people from the researcher's social circle. The analysis of the research results was Thematic Analysis proposed by Maria Cecília de Souza Minayo. There was a scarcity of classes, spaces for debates and information on gender and sexuality in the university context; the silencing of institutions in the face of gender issues and the changes that happen in gender and sexuality experiences since the entry into graduation. The importance of Higher Education institutions role in the training of professionals who deal with a diverse public is emphasized and they must fight so that prejudice and violence are truly faced.

Descrição

Palavras-chave

Gênero, Sexualidade, Jovens universitários, Educação sexual

Como citar