Biodigestão anaeróbia de efluente de abatedouro avícola

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2011-11

Autores

Oliveira, Arley Borges de Morais
Orrico, Ana Carolina Amorim
Orrico Júnior, Marco Antonio Previdelli [UNESP]
Sunada, Natalia da Silva
Centurion, Stanley Ribeiro

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Federal de Viçosa (UFV)

Resumo

Objetivou-se, com este trabalho, avaliar o processo de biodigestão anaeróbia no tratamento de efluentes de abatedouro avícola, considerando-se os TRH de 7, 14 e 21 dias, além da adição de enzima lipolítica aos substratos, nas concentrações de 0; 0,5; 1,0 e 1,5 g L-1 de carga adicionada aos biodigestores. A influência dos TRH e da adição de enzima lipolítica aos substratos foi avaliada por meio das produções de biogás e CH4, dos potenciais de produção por DQO, adicionada e removida, bem como pelas reduções dos teores de DQO, concentrações de N, P e K e dos valores de pH. Os resultados obtidos demonstraram que houve influência dos TRH (em que o TRH 7 expressou os melhores resultados, para produção semanal média de biogás, com 40,7 L, e CH4, com 32,2 L) e das concentrações de enzimas, com maiores valores de produção para os tratamentos 1,0 (24,6 L) e 1,5 g L-1 (26,2 L), que não diferiram entre si. As concentrações de enzimas de 1,0 e 1,5 g L-1 apresentaram maiores potenciais de produção de biogás (1,1 e 1,1 L g-1 de DQO adicionada, respectivamente) e metano (0,9 e 0,8 L g¹ de DQO adicionada, respectivamente), quando comparadas com as da 0,5 g L-1 (0,8 e 0,7 L g-1 biogás e CH4, respectivamente) e 0 (0,7 e 0,5 L g-1 biogás e CH4, respectivamente). As maiores remoções de DQO foram alcançadas nas concentrações de 0,5 g L-1 (83,3%) e TRH de 21 dias (74,4%). Contudo, para que haja maior eficiência na reciclagem energética, recomenda-se a utilização de concentrações de 1,0 g L-1 de efluente e tempo de retenção hidráulica de 7 dias.
The objective of this study was to evaluate the process of anaerobic digestion treatment of poultry slaughterhouse wastewater, considering hydraulic retention time (HRT) of 7, 14 and 21 days, plus the addition of lipolytic enzyme to the substrates at concentrations of 0; 0.5; 1.0 and 1.5 g L-1 charge added to the digesters. The influence of HRT and the addition of lipolytic enzyme to the substrates was evaluated by biogas production and CH4 production potentials for COD (chemical oxygen demand) added and removed as well as by reductions in the levels of COD, concentrations of N, P and K and pH values. The results showed that there was influence of HRT (HRT 7 in which the expressed best results, average weekly production of biogas with 40.7 L-1 and 32.2 L-1 CH4) and concentrations of enzymes with higher production values to treatments 1.0 (24.6 L) and 1.5 g L-1 (26.2 L), which did not differ. The enzyme concentrations of 1.0 and 1.5 g L-1 showed the largest potential for biogas production (1.1 and 1.1 g L-1 of COD added, respectively) and methane (0.9 and 0.8 g1 L COD added, respectively), compared with 0.5 g L-1 (0.8 and 0.7 g L-1 biogas and CH4 respectively) and 0 g L-1 (0.7 and 0.5 g L-1 biogas and CH 4, respectively). The highest COD removals were achieved at concentrations of 0.5 g L-1 (83.3%) and HRT of 21 days (74.4%). However for there to be a more efficient energy recycling, it is recommended to use concentrations of 1.0 g L-1 effluent and hydraulic retention time of seven days.

Descrição

Palavras-chave

Biofertilizante, demanda química de oxigênio, efluente de abatedouro avícola, metano, Bio-fertilizer, chemical oxygen demand, broiler slaughterhouse effluent, methane

Como citar

Revista Ceres, v. 59, n. 6, p. 690-700, 2012.
Revista Ceres. Universidade Federal de Viçosa (UFV), v. 58, n. 6, p. 690-700, 2011.

Coleções