Secularização do mito troiano: Ephemeris belli Troiani e De excidio Troiae historia

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2023-06-02

Autores

Silva, Gelbart Souza

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Na presente Tese, propomos uma análise do processo de secularização do mito troiano nas chamadas crônicas troianas Ephemeris belli Troiani (Diário da Guerra de Troia) e De excidio Troiae historia (História da queda de Troia). Escritas em latim nos séculos IV e V d.C., respectivamente, essas duas obras estão incorporadas ao córpus do romance antigo e narram a Guerra de Troia a partir de uma perspectiva historicizante, apoiada em narração em primeira pessoa de supostos participantes do prélio, quais sejam, o grego Díctis, narrador de Ephemeris, e o frígio Dares, narrador de De excidio. Consideradas elo importante na transmissão do mito troiano entre o fim da Antiguidade e o início da Era Medieval, as crônicas troianas apresentam a Guerra de Troia na ordem cronológica de seus eventos e com fortes traços de racionalização do mito. Diante disso, o estudo ora empreendido objetiva: 1) traçar um panorama da transmissão do mito troiano tendo como norteador o espaço ocupado por essas obras nessa trajetória literária; 2) examinar os expedientes literários empregados nos dois romances que favorecem a construção de uma narrativa desmitologizante; e 3) analisar o aspecto divino em alguns episódios selecionados, procedimento por meio do qual pretendemos evidenciar como se entendem literariamente a sua presença ou a sua ausência nas obras estudadas, cotejando-as com a literatura precedente de tema semelhante. Os resultados procuram demonstrar que, nas crônicas troianas, não há supressão completa do aspecto divino, mas uma mudança em seu registro e no modo de sua manifestação.
In this thesis, we propose an analysis of the process of secularization of the Trojan myth in the so-called Trojan chronicles Ephemeris belli Troiani (Chronicle of the Trojan War) and De excidio Troiae historia (History of the fall of Troy). Written in Latin in the 4th and 5th centuries AD, respectively, these two works are incorporated into the corpus of ancient novel and narrate the Trojan War from a historicizing perspective, supported by first-person narration by supposed participants in the battle, namely the Greek Dictys, narrator of Ephemeris, and the Phrygian Dares, narrator of De excidio. Considered an important link in the transmission of the Trojan myth between the end of Antiquity and the beginning of the Medieval Era, the Trojan chronicles present the Trojan War in the chronological order of its events and with strong traces of rationalization of the myth. In view of this, the study undertaken here aims to: 1) draw an overview of the transmission of the Trojan myth having as a guide the place occupied by these works in this literary trajectory; 2) examine the literary expedients employed in the two novels that favor the construction of a demythologizing narrative; and 3) analyze the divine aspect in some selected episodes, a procedure through which we intend to show how its presence or absence is understood in the works studied, comparing them with previous literature on a similar theme. The results seek to demonstrate that in Trojan chronicles there is no complete suppression of the divine aspect, but a change in its register and in the mode of its literary manifestation.

Descrição

Palavras-chave

Guerra de Troia, Ephemeris belli Troiani, De excidio Troiae historia, Mito, Secularização, Trojan War, Myth, Secularization

Como citar