Expressão gênica e proteica de APC, E-caderina, β-catenina e Caveolina-1 no processo carcinogênico da próstata canina e suas metástases

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2016-02-22

Autores

Kobayashi, Priscila Emiko [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

As alterações na expressão de E-caderina, -catenina, APC e Caveolina-1 nas células epiteliais prostáticas têm sido estudados em humanos como mecanismos relacionados com progressão tumoral, invasão e metástase. Estas proteínas estão envolvidas no processo de adesão celular e ativação da via WNT canônica. No cão, a perda da expressão proteica de E-caderina e a translocação da -catenina da membrana para o citoplasma/núcleo foram descritas anteriormente em lesões prostáticas caninas. No entanto, nenhum estudo correlacionou alterações de expressão dessas proteínas com as proteínas APC e Caveolina-1. Devido ao prognóstico desfavorável do carcinoma prostático (CaP) no cão e a importância da identificação de novos marcadores prognósticos e preditivos, o presente estudo visou avaliar as expressões gênica e proteica de E-caderina, -catenina, APC e Caveolina-1 em diferentes lesões prostáticas caninas, além de avaliar o padrão de metilação do gene APC. Foram utilizados neste estudo 10 CaPs, 4 metástases de carcinoma prostático, 10 amostras de atrofia inflamatória proliferativa (PIA) e 10 próstatas normais de cães para análise imuno-histoquímica. Para a técnica de RT-qPCR forma utilizados 11 próstatas normais, 11 PIA, 17 CaPs e 3 metástases. Para análise de metilacão foram utilizadas seis próstatas normais, seis próstatas com PIA e 12 CaPs. Este estudo revelou aumento de expressão gênica e proteica de Caveolina-1 nas amostras de CaP e metástases, além de menor expressão nas amostras de carcinoma com escore de Gleason mais baixos. Identificou-se marcação membranosa de E-caderina e - catenina nas próstatas normais e perda heterogênea nas lesões estudadas. A expressão de - catenina apresentou diferença estatística (P<0,05) entre os grupos, e somente as amostras de carcinoma prostático e metástases apresentaram marcação citoplasmática e/ou nuclear. Discreta perda na expressão proteica de APC foi observada nos CaP, porém não houve alteração na análise de metilação da ilha CpG da região promotora do gene APC, sugerindo mecanismos diferentes de regulação do APC no homem e no cão. Estes resultados sugerem uma participação e interação das referidas proteínas durante a carcinogênese e metástase prostática.
Altered expression of E-cadherin, -catenin, APC and Caveolin-1 in prostate epithelial cells has been studied in humans as mechanisms related with tumor progression, invasion and metastasis. These proteins are envolved in cell-cell cohesion and participate in the activation of the canonical WNT pathway. In dogs, membranous E-cadherin loss and translocation of -catenin from the membrane to cytoplasm/nucleus were described previously in canine prostatic lesions. However, studies correlating these genes have not been reported their proteins with APC and Caveolin-1 expressions in canine prostatic lesions. Due to poor prognosis in canine prostate carcinoma (PC) and the need to develop new prognostic and predictive biomarkers, this study aimed to evaluate gene and protein expression of E-cadherin, -catenin, APC and Caveolin-1 in different canine prostatic lesions, and the methylation status of APC gene. We used 10 PC, 4 prostate metastasis, 10 proliferative inflammatory atrophy(PIA) and 10 canine normal prostates tissues for immunohistochemistry. For RT-qPCR we used 11 normal prostate, 11 PIA, 17 PC and 4 metastasis. For methylation analysis, we used six normal prostates, 6 PIA and 13 PC. This study revealed increased Caveolin-1 gene and protein expression in PC and metastasis and lower expression were found in tumors with lower Gleason score. Membranous E-cadherin and - catenin staining was observed in normal prostate samples whereas heterogenous loss was detected in other samples. - catenin expressions was statistical difference (P<0,05) between the groups, only PC and metastasis had cytoplasmic and/or nuclear pattern. Discrete loss of APC protein expression in prostate carcinomas was observed with no alteration in methylation status of APC promoter CpGs islands, suggesting men and dogs have different regulatory mechanisms of APC. These results suggest a participation and interaction of these proteins in carcinogenesis and prostate metastasis.

Descrição

Palavras-chave

Via WNT, Adesão celular, Metástase, Cão, WNT pathway, Cell adhesion, Metastasis, Dog

Como citar