Anurans of a riparian forest in São Carlos, state of São Paulo, Brazil

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2011-09-01

Autores

Sabbag, Ariadne Fares [UNESP]
Zina, Juliana

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Instituto Virtual da Biodiversidade (BIOTA/FAPESP)

Resumo

No presente estudo foi realizado um inventário das espécies de anfíbios anuros que ocorrem em um fragmento de mata ciliar do Córrego do Espraiado, localizado na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), Município de São Carlos, estado de São Paulo, sudeste do Brasil. Durante os meses de março de 2009 a fevereiro de 2010 foram realizadas saídas de campo semanais nas quais foram registradas 13 espécies de anuros. A atividade reprodutiva das espécies de anuros componentes da comunidade estudada mostrou-se sazonal, sendo que houve correlação positiva e significativa entre o número de espécies em atividade reprodutiva e o fotoperíodo. Verificamos que a comunidade estudada mostrou-se mais semelhante a comunidades de anuros de florestas de transição entre Mata Atlântica e Cerrado do que a fragmentos de Cerrado próximos da região.
We surveyed anuran amphibians in a riparian forest fragment of the Córrego do Espraiado, located at the Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), Municipality of São Carlos, state of São Paulo, southeastern Brazil. During March 2009 and February 2010 we did weekly surveys in which we recorded 13 anuran species. The species showed a seasonal reproductive activity. In addition, we found a positive correlation between the number of reproductively active species and photoperiod. We also found that the studied community was more similar to those of transitional areas between the Atlantic Forest and Cerrado than those of the nearby Cerrado fragments.

Descrição

Palavras-chave

amphibia, ecologia, comunidade, zona de transição, cerrado, mata atlântica, amphibia, ecology, community, transition zone, cerrado, atlantic forest

Como citar

Biota Neotropica. Instituto Virtual da Biodiversidade | BIOTA - FAPESP, v. 11, n. 3, p. 179-188, 2011.

Coleções