Florística vascular não arbórea da reserva particular do patrimônio natural Paiol Maria, São Lourenço da Serra, SP

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2012-02-28

Orientador

Lombardi, Julio Antonio

Coorientador

Pós-graduação

Ciências Biológicas (Biologia Vegetal) - IBRC

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Dissertação de mestrado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

A Reserva Particular do Patrimônio Natural Paiol Maria, São Lourenço da Serra, SP, possui 76 ha e localiza-se no Corredor de Biodiversidade da Serra do Mar, considerado uma área prioritária para conservação e um importante centro de endemismo. Foram coletadas 332 espécies de plantas vasculares não arbóreas distribuídas em 85 famílias, sendo aproximadamente 80% de Angiospermas e 20% de Monilophyta s.l. Em relação ao hábito, a maioria é herbácea (47%), seguido de epífitas, arbustivas e trepadeiras (20%, 18% e 15%, respectivamente). Do total de espécies, 87 são endêmicas da Mata Atlântica, 205 são nativas do Brasil, mas não endêmicas deste bioma, 29 ainda não estão identificadas a nível de espécie e 11 não são nativas da flora brasileira. As espécies endêmicas estão representadas principalmente pelas epífitas e arbustivas, sendo Orchidaceae e Melastomataceae duas das famílias mais diversas e com grande número de espécies endêmicas. Dentre as espécies não nativas, a maioria foi considerada naturalizada ou invasora. Youngia japonica (L.)DC., Curculigo capitulata Kunze, Nephrolepis brownii (Desv.) Hovenkamp & Miyam., Cordyline fruticosa (L.)A.Chev. e Cobaea scandens Cav. não estão incluídas em listagens recentes como exóticas para o Brasil, sendo pontualmente classificadas para a área de estudo como naturalizadas, colonizantes ou casuais

Resumo (inglês)

The Reserva Particular do Patrimônio Natural Paiol Maria, São Lourenço da Serra, SP, has 76 ha and is located in the Biodiversity Corridor of the Serra do Mar, considered a priority area for conservation and an important center of endemism. Were collected 332 species of nontrees vascular plants distributed in 85 families, approximately 80% and 20% of Angiosperms and Monilophyta s.l. Regarding the habit the most are herbs (47%), followed by epiphytes, shrubs and vines (20%, 18% and 15% respectively). Among all species, 87 are endemic to the Atlantic Forest, 205 are native to Brazil, but not endemic to this biome, 29 are not identified to the species level and 11 are not native to the flora of Brazil. The endemic species are represented mainly by epiphytes and shrubs, being Orchidaceae and Melastomataceae two of the most diverse families with several endemic species. Among the non-native species, most were considered naturalized or invasive. Youngia japonica (L.) DC., Curculigo capitulata Kunze, Nephrolepis brownii (Desv.) & Hovenkamp Miyam., Cordyline fruticosa (L.) A.Chev. and Cobaea scandens Cav. are not included in recent lists as exotic to Brazil and were occasionally qualified for the study area as naturalized, colonizing or casual

Descrição

Idioma

Português

Como citar

SAKA, Mariana Naomi. Florística vascular não arbórea da reserva particular do patrimônio natural Paiol Maria, São Lourenço da Serra, SP. 2012. 35 f. Dissertação - (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Instituto de Biociências de Rio Claro, 2012.

Itens relacionados