Roof pitch and exposure and different roofing materials in reduced models of animal production facilities in the fall and winter

dc.contributor.authorMelo, Thiago Vasconcelos
dc.contributor.authorFurlan, Renato Luís
dc.contributor.authorMilani, Adhemar Pitelli
dc.contributor.authorBuzanskas, Marcos Eli
dc.contributor.authorMoura, Adolpho Marlon Antoniol De
dc.contributor.authorMota, Diego Azevedo
dc.contributor.institutionUniversidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri Instituto de Ciências Agrárias
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.contributor.institutionFundação Oswaldo Cruz Centro de Criação de Animais de Laboratório
dc.contributor.institutionUniversidade Federal da Fronteira Sul Colegiado de Agronomia
dc.date.accessioned2018-11-12T17:26:57Z
dc.date.available2018-11-12T17:26:57Z
dc.date.issued2015-09-01
dc.description.abstractAbstractThe objective was to verify the influence of roof pitch, exposure and roofing material on the internal temperature of reduced models of animal production facilities. For the development of the research, 48 reduced models with dimensions 1.00 × 1.00 × 0.50m were used. The roof was shed-type, and models faced the North or South directions, with 24 models for each side of exposure. Ceramic, galvanized-steel and fibro tiles were used to build the roofs. Pitches varied between 20; 30; 40 and 50% for the ceramic tile and 10; 30; 40 and 50% for the other two. Inside the model, temperature readings were performed at every hour, for 12 months. The results were evaluated in a general linear model in a nested 3 × 4 × 2 factorial arrangement. As the roof pitch increased, the internal temperature within the model dropped, so utilizing sharper pitches (50%) for ceramic and fibro roofs with a larger area facing the South can provide lower temperatures within the animal production facilities. In regions where the cold is more stressful than the heat, having animal production facilities with larger roof exposure to the North may minimize the losses caused by cold stress.en
dc.description.abstractResumoObjetivou-se verificar a influencia da inclinação, exposição e tipo de material de cobertura sobre a temperatura interna de modelos reduzidos de instalação zootécnica, em condições ambientais das coordenadas geográficas “21°14´05 de latitude sul e 48°17´09´´ de longitude oeste. Para o desenvolvimento da pesquisa foram utilizados 48 modelos reduzidos nas dimensões de 1,00 x 1,00 x 0,50 metros. A cobertura foi de uma água, dispostos nas exposições Norte-Sul, sendo 24 modelos para cada face de exposição. Foram utilizadas na cobertura, telha de cerâmica, aço galvanizado e fibrocimento. Os níveis de inclinação foram de 20; 30; 40 e 50% para telha de cerâmica e de 10; 30; 40 e 50% para as demais. No interior dos modelos foram realizadas leituras de temperatura, a cada hora durante 12 meses. Os resultados obtidos foram avaliados num modelo linear geral no esquema fatorial aninhado 3 X 4 X 2. As médias obtidas foram comparadas pelo teste de Tukey a 5% de probabilidade. Com o aumento da inclinação do telhado, a temperatura interna dentro do modelo reduziu, de modo que inclinações mais acentuadas (50%) para coberturas de cerâmica e fibrocimento, com uma maior exposição de cobertura para o sul, pode proporcionar temperaturas mais baixas dentro das instalações zootécnicas. Em regiões onde o frio é mais estressante do que o calor, as instalações com maior exposição de cobertura para o Norte pode minimizar as perdas causadas pelo estresse causado pelo frio.pt
dc.description.affiliationUniversidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri Instituto de Ciências Agrárias
dc.description.affiliationUniversidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho Departamento de Morfologia e Fisiologia Animal
dc.description.affiliationUniversidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho Departamento de Engenharia Rural
dc.description.affiliationUniversidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho Departamento de Ciências Exatas
dc.description.affiliationFundação Oswaldo Cruz Centro de Criação de Animais de Laboratório
dc.description.affiliationUniversidade Federal da Fronteira Sul Colegiado de Agronomia
dc.description.affiliationUnespUniversidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho Departamento de Morfologia e Fisiologia Animal
dc.description.affiliationUnespUniversidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho Departamento de Engenharia Rural
dc.description.affiliationUnespUniversidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho Departamento de Ciências Exatas
dc.format.extent658-666
dc.identifierhttp://dx.doi.org/10.1590/S1519-99402015000300016
dc.identifier.citationRevista Brasileira de Saúde e Produção Animal. UFBA - Universidade Federal da Bahia, v. 16, n. 3, p. 658-666, 2015.
dc.identifier.doi10.1590/S1519-99402015000300016
dc.identifier.fileS1519-99402015000300658.pdf
dc.identifier.issn1519-9940
dc.identifier.lattes0806409484159642
dc.identifier.orcid0000-0001-9549-0329
dc.identifier.scieloS1519-99402015000300658
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/157793
dc.language.isoeng
dc.publisherUFBA - Universidade Federal da Bahia
dc.relation.ispartofRevista Brasileira de Saúde e Produção Animal
dc.relation.ispartofsjr0,273
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
dc.sourceSciELO
dc.subjectambienceen
dc.subjectavicultureen
dc.subjectheaten
dc.subjectsheden
dc.subjectambiênciapt
dc.subjectaviculturapt
dc.subjectcalorpt
dc.subjectgalpãopt
dc.titleRoof pitch and exposure and different roofing materials in reduced models of animal production facilities in the fall and winteren
dc.title.alternativeInclinação e exposição de telhado e diferentes materiais de cobertura em modelos reduzidos de instalação zootécnica no outono e invernopt
dc.typeArtigo
unesp.author.lattes0806409484159642[2]
unesp.author.orcid0000-0001-9549-0329[2]

Arquivos

Pacote Original
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
S1519-99402015000300658.pdf
Tamanho:
490.23 KB
Formato:
Adobe Portable Document Format

Coleções