O futuro do presente no século XIX: uma análise

dc.contributor.advisorGuedes, Marymarcia [UNESP]
dc.contributor.authorGonçalves, Cristiane Helena Parré [UNESP]
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.date.accessioned2014-06-11T19:32:47Z
dc.date.available2014-06-11T19:32:47Z
dc.date.issued2007
dc.description.abstractEssa tese toma como tema a História da Língua Portuguesa escrita no contexto sócio-cultural do século XIX e constitui como corpus os anúncios publicados nos jornais desse período. Partimos da hipótese de rever o uso do futuro do presente uma vez que o mesmo pode ser substituído por outras formas de empregar esse tempo. Para consecução do objetivo proposto, buscamos fundamentar-nos nos postulados da Historiografia Lingüística e da Sociolingüística visando a entender o homem e as características peculiares existentes na expressão lingüística nacional daquele contexto histórico-ideológico. Detectamos que os primeiros anúncios brasileiros surgiram no início do século XIX, depois da vinda de D. João VI para o Brasil, tendo como objetivo reproduzir as condições da corte portuguesa no país, sendo responsável por inúmeros avanços no campo cultural, entre eles o advento da imprensa nacional. Esses anúncios eram conhecidos como classificados, cujo texto, puramente informativo, assemelhava-se a um aviso, quando não a uma notícia. Observamos, que na primeira metade do século XIX os anúncios apresentam-se bem variados, ora aparecem escritos políticos, editais, conteúdo opinativo,engajado, às vezes satíricos e corrosivos envolvendo questões ideológicas, políticas, morais e, com freqüência, pessoais. Nessa época, podemos ver que o futuro do presente do modo indicativo apresenta-se mais precisamente na terceira pessoa do singular e do plural. Já a partir da segunda metade do século a imprensa é influenciada pela literatura, podendo ser percebida pelo uso da mesóclise, uma linguagem mais elaborada, ou melhor, um recurso estilístico do autor. Época de grandes conflitos e discursos acalorados e impulsionadores de integridade nacional, como tentativa de emancipação do jugo histórico-cultural, imposto pelo povo português, levam...pt
dc.description.abstractThis paper tells about the Portuguese Language History in the social - cultural context in the nineteenth century and has as the corpus the published ads in the newspapers of that period. We started with the hypothesis of reviewing the use of the future of the present because this one can be substituted by other forms of using this tense. For the consecution of the proposed aim, we tried to have fundamentals in the postulates of the Linguistic historiography and the sociolinguistics aiming to understand the men and the peculiar characteristics of the national linguistics expression of that historic - ideological context. We detect that the first Brazilian ads appeared in the beginning of the nineteenth century, after D. João VI came to Brazil, with the propose of reproducing the conditions of the Portuguese royalty in the country, being responsible for several advances in the cultural area, including the beginning of the national media. These ads were known as classifieds, in which the text, informative only, was similar to an advice or just news. We observed that in the first half of the nineteenth century the ads were varied,once politic writings appear, edicts, opinative subjects, engaged, sometimes satiric and corrosive writings involving ideological questions, politics, moral and, frequently personal subjects. In that period, we can see that the future of the present of the indicative way was presented in the third person singular and plural, but in the second half of the century the media was influenced by the literature, being noticed by the use of the mesóclise, a more elaborated language, or in other words, a resource style of the author. Time of great conflicts and hot speeches besides being the impulse of national integrity , as an attempt of emancipation of the historic-cultural judgment, imposed by the Portuguese people, make the news writers... (Complete abstract, click electronic access below)en
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
dc.format.extent195 f.
dc.identifier.aleph000496373
dc.identifier.capes33004030009P4
dc.identifier.citationGONÇALVES, Cristiane Helena Parré. O futuro do presente no século XIX: uma análise. 2007. 195 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências e Letras de Araraquara, 2007.
dc.identifier.filegoncalves_chp_dr_arafcl.pdf
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/103595
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
dc.sourceAleph
dc.subjectLingua portuguesa - Historiapt
dc.subjectSociolinguisticapt
dc.subjectLinguísticapt
dc.subjectSociolinguisticsen
dc.titleO futuro do presente no século XIX: uma análisept
dc.typeTese de doutorado
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Ciências e Letras, Araraquarapt
unesp.graduateProgramLinguística e Língua Portuguesa - FCLARpt
unesp.knowledgeAreaLinguística e língua portuguesapt

Arquivos

Pacote Original
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
goncalves_chp_dr_arafcl.pdf
Tamanho:
527.97 KB
Formato:
Adobe Portable Document Format