Aspectos germinativos de capim-camalote (Rottboellia cochinchinensis)

dc.contributor.authorSilva, C. E. B. [UNESP]
dc.contributor.authorParreira, M. C. [UNESP]
dc.contributor.authorAlves, P. L. C. A. [UNESP]
dc.contributor.authorPavani, M. C. M. D. [UNESP]
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.date.accessioned2014-05-20T13:13:26Z
dc.date.available2014-05-20T13:13:26Z
dc.date.issued2009-06-01
dc.description.abstractO capim-camalote (Rottboellia cochinchinensis), originário da Índia, é encontrado em várias regiões do mundo, sendo uma espécie temida pelos agricultores devido ao seu difícil controle e avanço crescente. Objetivou-se com este trabalho estudar os fatores que afetam a germinação das sementes dessa espécie. Foram avaliados os métodos de superação de dormência: 1 - escarificação mecânica, 2 - escarificação química, 3 - tratamento pré-semeadura, 4 - tratamento químico, 5 - tratamento hormonal e 6 - sementes não tratadas. Foram estudados os efeitos da temperatura (5, 10, 15, 20, 25, 30, 35 e 40 ºC), do fotoperíodo (6, 8, 10, 12, 14 e 16 horas de luz), da qualidade da luz incidente (branca, vermelha, vermelha distante, amarela, verde, azul e ausência de luz), da disponibilidade de água (0,0, -0,2, -0,3, -0,4, -0,5, -0,6, -1,2 e -2,4 MPa) e da viabilidade de suas sementes quando armazenadas sob condições de câmara fria e seca e sob condições naturais. Todos os ensaios foram conduzidos por 30 dias em câmara de germinação, com os tratamentos arranjados em delineamento experimental inteiramente casualizado, em quatro repetições. Verificou-se que as sementes apresentaram elevado índice de germinação, praticamente não apresentaram dormência e não se mostraram fotoblásticas. A disponibilidade de água foi indispensável para a germinação, com temperatura ideal de 25 °C. As sementes recém-coletadas são inviáveis para o estudo da germinação, apresentando redução na germinação quando armazenadas sob condição de câmara fria e seca.pt
dc.description.abstractItchgrass (Rottboellia cochinchinensis), is native to India and it is found in several regions of the world. It is feared by farmers because of its difficult control and progress. The aim of this work was to study the factors that affect the germination of this weed's seeds. The methods of overcoming dormancy evaluated were: 1 - mechanical scarification, 2 - chemical scarification, 3 - treatment pre-sowing, 4 - chemical treatment, 5 - hormonal treatment, 6 - untreated seeds. The effects of temperature (5, 10, 15, 20, 25, 30, 35 and 40 °C), photoperiod (6, 8, 10, 12, 14 and 16 hours of light), the quality of light (white, red, red bell, yellow, green, blue and absence of light), availability of water (0.0, -0.2, -0.3, -0.4, -0.5, -0 , 6, -1.2, -2.4 MPa), viability of its seeds when stored under cold, dry and natural conditions were studied. All bioassays were carried out in camera for thirty germination days, with the treatments arranged in a completely randomized design in four repetitions. The seeds had high germination index under our climatic conditions, without dormancy and were not photoblastic. The water deficit from water availability is essential for germination, with optimum temperature of 25 °C. The newly-collected seeds are not viable for the germination study, presenting reduction in germination when stored under cold and dry conditions, showing that cold may be an agent of dormancy induction.en
dc.description.affiliationUNESP FCAV Dep. de Biologia Aplicada à Agronomia
dc.description.affiliationUNESP FCAV Laboratório de Biologia e Manejo de Plantas Daninhas
dc.description.affiliationUnespUNESP FCAV Dep. de Biologia Aplicada à Agronomia
dc.description.affiliationUnespUNESP FCAV Laboratório de Biologia e Manejo de Plantas Daninhas
dc.format.extent273-281
dc.identifierhttp://dx.doi.org/10.1590/S0100-83582009000200009
dc.identifier.citationPlanta Daninha. Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas , v. 27, n. 2, p. 273-281, 2009.
dc.identifier.doi10.1590/S0100-83582009000200009
dc.identifier.fileS0100-83582009000200009.pdf
dc.identifier.issn0100-8358
dc.identifier.lattes0103383524288212
dc.identifier.orcid0000-0003-2348-2121
dc.identifier.scieloS0100-83582009000200009
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/1215
dc.identifier.wosWOS:000268141600009
dc.language.isopor
dc.publisherSociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas
dc.relation.ispartofPlanta Daninha
dc.relation.ispartofjcr0.544
dc.relation.ispartofsjr0,365
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
dc.sourceSciELO
dc.subjectGerminationen
dc.subjectBiologyen
dc.subjectemergenceen
dc.subjectWeeden
dc.subjectGerminaçãopt
dc.subjectBiologiapt
dc.subjectEmergênciapt
dc.subjectPlanta daninhapt
dc.titleAspectos germinativos de capim-camalote (Rottboellia cochinchinensis)pt
dc.title.alternativeGermination aspects of itchgrass (Rottboellia cochinchinensis)en
dc.typeArtigo
dcterms.rightsHolderUniv Federal Vicosa
unesp.author.lattes0103383524288212[3]
unesp.author.orcid0000-0003-2348-2121[3]
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Jaboticabalpt

Arquivos

Pacote Original
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
S0100-83582009000200009.pdf
Tamanho:
262.15 KB
Formato:
Adobe Portable Document Format
Licença do Pacote
Agora exibindo 1 - 2 de 2
Nenhuma Miniatura disponível
Nome:
license.txt
Tamanho:
1.71 KB
Formato:
Item-specific license agreed upon to submission
Descrição:
Nenhuma Miniatura disponível
Nome:
license.txt
Tamanho:
1.71 KB
Formato:
Item-specific license agreed upon to submission
Descrição: